Técnicas de SEO – parte 3

Técnicas de SEO – parte 3

E aqui está, a terceira parte de nosso artigo sobre técnicas de SEO. Nas duas partes anteriores, nós estudamos a importância do SEO em seu negócio, bem como as principais técnicas de SEO on-page. Agora, é hora de estudarmos a principal técnica de SEO off-page, o link building.

A importância dos hyperlinks

Os hyperlinks, ou links como geralmente chamamos, são referências que apontam para outras páginas.

Um link é um mecanismo muito utilizado em páginas da Internet para referenciar conteúdos que o visitante pode ter interesse em ler. O Google, bem como diversos outros mecanismos de busca, sabendo disso, perceberam a importância que os links possuem na construção de uma web mais interativa e de maior relevância no conteúdo. Desta forma, o Google decidiu incluir em seu mecanismo de busca parâmetros relacionados a links para a definição da importância de cada página relacionada a cada palavra-chave.

Você deve estar se perguntando: mas como eles sabem para quais palavras-chave determinados links devem contar a favor de uma dada página qualquer? Simples, baseando-se em seus textos âncoras.

Texto âncora é aquele texto que aparece em seu navegador que está associado a um endereço da web. No exemplo abaixo, temos um link apontando para a página de nosso curso Como ganhar dinheiro na Internet e seu texto âncora é justamente “Como ganhar dinheiro na Internet”:

Como ganhar dinheiro na Internet

Desta forma, toda vez que o Google encontra um link contendo esse texto âncora e o link para a minha página, ele pontuará positivamente aquela minha página para aquela palavra-chave, melhorando minha posição em seu ranking.

Para a prática de SEO, nós dividimos os links em dois grupos: os links internos e os links externos.

Os links internos são aqueles links que apontam para páginas internas, do próprio domínio, como aquele link lá em cima, onde referenciei a página principal de nosso curso.

Um link externo, por sua vez, são links provenientes de outros domínios/subdomínios. Vamos supor que o blog Giga Mundo ( http://www.gigamundo.com ) disponibilizasse um link apontando para a página do nosso curso, neste caso tratar-se-ia de link externo, pois o Giga Mundo encontra-se em um domínio diferente do Clube do Dinheiro.

Por termos bem menor controle sobre os links externos do que sobre os links internos, o Google pontua muito mais os links externos que os links internos, o que faz com que todos os webmasters e profissionais de SEO busquem conseguir muitos links apontando para suas páginas – quanto maior a quantidade e diversidade de links externos apontando para o seu website, melhor você rankeará no Google Search para aquelas palavras-chave.

A título de curiosidade (e informação), links externos que apontam para a página que desejamos otimizar quanto ao SEO são denominados backlinks. Mas antes de caçarmos os backlinks, há mais uma coisa que nós precisamos saber…

Links dofollow vs Links nofollow

Nossa explicação sobre a importância dos links não estará completa sem falar a respeito de como o PageRank migra de uma página para outra.

O PageRank (PR) é uma medida que o Google usa para rankear cada página, a fim de dizer quais são mais populares ou relevantes. Cada página incrementa seu PR de acordo com parâmetros como taxa de atualização, tráfego na mesma e backlinks e links internos que recebe. Quanto mais links para ela, mais seu PR crescerá.

O que alguns não sabem ou se esquecem é que quando uma página “linka” outra ela perde uma parte de seu PR. Imagine isso como se uma parte de seu PR fosse doado à outra página.

Desta forma, é fácil perceber que se um webmaster não quer que os links que aparecem em seu site não prejudiquem o seu PR ele precisará de alguma ferramenta ou artifício para evitar isso. E para tal apareceu o atributo de relacionamento, que diz se uma página deve ser visitada e transferido parte de seu PR ou não.

Cada motor de busca trata esse atributo de uma forma diferente, mas no geral um link onde há o atributo rel com o valor nofollow não perderá PR para o novo link, o que faz com que o proprietário da página onde se encontra o link não se preocupe com reduções de PR.

Exemplo de tag de link nofollow: <a href=”http://www.google.com.br” rel=”nofollow”>Google</a>

Infelizmente, para o dono do site/página referenciado, isso não o ajuda muito, pois ele não recebe PR de links nofollow, o que o faz buscar links sem esse atributo, os famosos links dofollow.

Links dofollow, por sua vez, permitem a migração de parte do PR, o que é muito interessante para a estratégia de SEO. Em outras palavras, quando planejando seu SEO, você deve caçar backlinks dofollow.

Um link é dofollow simplesmente por não ter o atributo rel especificado ou quando o mesmo possui o valor “dofollow”.

E o que é link building?

Google e outros mecanismos de busca pregam que não devemos influenciar os resultados, onde o número de backlinks que recebemos deveria tratar-se de uma consequência da grande qualidade e utilidade de nosso conteúdo.

Com o intuito de dar uma “forcinha”, surgiu o conceito de link building.

Link building é um termo que define qualquer estratégia adotada que busca aumentar a quantidade e a relevância dos links que apontam para uma determinada página.

Uma estratégia de link building bastante adotada é a utilização de fóruns, blogs e outros websites que permitam comentários e discussões entre membros bem como a publicação de links. Desta forma, participando da mesma como um mero usuário, a pessoa indica algumas de suas páginas, bem como o endereço do website, e se os links lá publicados não forem do tipo nofollow, aquela pessoa acaba de ganhar mais alguns backlinks.

Parece simples a estratégia, mas não é tão simples assim e pode ser um pouco demorada para apontar as melhores páginas, entretanto os resultados são benéficos.

A melhor forma de conseguir bons backlinks deveria seguir então os passos:

  1. Inscreva-se e participe em várias redes sociais ou pelos menos as mais importantes;
  2. Inscreva-se e participe de vários fóruns e blogs (nestes, por meio de comentários);
  3. Escreva uma página com conteúdo muito bem, que seja realmente apelativa, provocativa, que prenda a atenção do leitor e faça-o ter vontade de comentar sobre esse conteúdo com outras pessoas;
  4. Publique manualmente nas redes sociais que não o fazem automaticamente;
  5. Vá até os fóruns e blogs que sejam relacionados com aquele conteúdo e escreva um comentário ou mensagem em um tópico que esteja relacionado com o seu conteúdo, assim você poderá contribuir positivamente com a discussão e indicar o seu conteúdo para quem desejar ler mais sobre o assunto.

Há outras técnicas de SEO off-page que podem ser empregadas, mas o link building é com certeza o primeiro e mais importante passo!

[Este artigo faz parte de uma série de artigos que compõe o minicurso Como Ganhar Dinheiro na Internet]

Quer baixar nosso e-book Manual do Investidor?

Quer receber nossos artigos em seu e-mail e "de quebra" baixar nossos e-books "Manual do Investidor" e "Como Ficar Rico - dicas, dúvidas e comentários"?

E-mail:

Um comentário

  1. admin says:

    Olá Rodrigo, tudo bem? Fico feliz e lisonjeado em saber que de alguma forma ajudei-o a começar os seus passos no sentido de discutir e buscar aprender mais sobre o dinheiro.

    Li seus dois primeiros artigos e você está de parabéns! Espero que continue sua jornada e, assim como eu, perceba quão importante é estar sempre atualizado sobre o assunto.

    Um abraço e sucesso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *