Técnicas de SEO – parte 2

No último artigo sobre técnicas de SEO nós discutimos a importância de empregar da otimização para motores de busca como parte da estratégia de marketing de seu negócio na Internet. E se você está nos acompanhando, deve lembrar que comentamos sobre dois tipos de técnicas: as técnicas on-page e as técnicas off-page. Hoje, iremos falar sobre as técnicas on-page. Mas antes de entrarmos neste assunto, precisamos falar sobre outra coisa ainda mais importante, já que é objeto central de todo este nosso estudo: as palavras-chaves.

Definição das palavras-chave

Antes de falarmos das técnicas de SEO on-page, devemos nos lembrar qual é o nosso foco: tornar nossas páginas mais visíveis nas buscas feitas pela Internet. Como? Tornando elas mais importantes para determinadas buscas, o que fará com que elas apareçam mais vezes.

Veja só, falamos em buscas outra vez e devemos associar a esta palavra a expressão “palavra-chave” que se trata de um conjunto de palavras que especifica o interesse de um usuário quando realiza aquela busca. Sendo assim, nossos esforços devem ser para tornar nosso website ou uma determinada página mais relevante para os motores de busca.

O primeiro passo, então, tanto nas técnicas on-page quanto nas off-page é a determinação de para quais palavras-chave nós queremos que nosso website seja mais relevante, aparecendo mais vezes (e em melhor posição) nas buscas.

Se você estiver bem lembrado do que comentamos no artigo anterior, é importante que se determine para quais palavras-chave queremos otimizar nossas páginas e, assim, determinar quais esforços precisaremos desenvolver. Quanto maior o volume de buscas para aquela palavra, melhor, mas devemos lembrar que as palavras mais consultadas também são aquelas mais disputadas pelos websites e negócios em geral. Siga nosso conselho e comece otimizando para palavras-chave com três ou duas palavras, antes de querer disputar aquelas com somente uma.

Um exemplo prático a ser apontado em nosso site é que para buscas com a palavra-chave “dicas para ficar rico” ocupamos a primeira posição (oba! 🙂 ) com o artigo Dez dicas sobre como ficar rico. Como isso foi possível? Bem, vamos agora começar a discutir as técnicas de SEO on-page.

O que são técnicas de SEO on-page?

Técnicas de SEO on-page são técnicas empregadas dentro de nossas páginas, em nosso domínio, onde temos liberdade para empregar quantas técnicas pudermos para conseguir maior visibilidade. Desta forma, se deseja melhorar os aspectos de SEO de seu website, o melhor primeiro passo a executar é a aplicação das técnicas de SEO on-page.

As técnicas visam basicamente indicar aos motores de busca que sua página é importante para aquela determinada consulta mostrando que sua página preocupa-se de forma séria com aquele tema. Alguns elementos de sua página serão analisados pelos motores de busca, como…

Tags demarcando a importância da palavra-chave

Se você quer mostrar que aquela palavra-chave é o foco de sua página, comece por posicioná-la de forma eficiente com as principais tags analisadas pelos motores de busca:

  • Na tag do título ( <title> );
  • Em meta-tags description e keywords (o Google já se pronunciou dizendo que não leva tais tags em consideração, mas outros motores de busca podem levar);
  • Em tags de headline (<h1>, <h2> e <h3>) e negrito (<b> e <strong>);
  • No texto âncora de certos links (<a>);
  • Na descrição de certas imagens (<img> usando o atributo alt), etc.

Se você ficou um pouco confuso e não entendeu como fazer isso, não precisa desesperar-se pois não é impossível de entender: tratam-se somente de tags HTML que há na maioria das páginas na Internet. Você pode procurar alguma apostila de HTML e facilmente você aprenderá como manuseá-las, caso esteja a editar diretamente as páginas. Mas caso você use algum sistema como o Joomla ou o WordPress, você pode buscar usar plugins ou extensões que fazem isso de forma automatizada para você. No caso do WordPress, por exemplo, títulos dos artigos já são atribuídos diretamente à tag título, então basta que as palavras-chave estejam presentes no título do artigo e essas palavras serão propagadas.

Voltando ao nosso exemplo, perceba que o título do artigo que comentei é Dez dicas sobre como ficar rico, que, se quiséssemos otimizar ainda mais, bastaria que trocássemos por Dez dicas para ficar rico, passando a conter todas as palavras de noss palavra-chave. Como comentei, automaticamente o WordPress põe essa frase como título da página, poupando-nos esse trabalho, bem como usando headlines <h1> ou <h2> (depende do template usado) no título do artigo. Caberá então a você usar algumas vezes tal expressão dentro de seu artigo, associando a links, imagens e textos em negrito quando convier (lembrando, quando convier! Lembre-se que seu foco ainda são as pessoas que irão ler o seu site, então não exagere ou você perderá visitantes).

Densidade e posicionamento das palavras-chave em seu conteúdo é importante!

Depois de garantir que as tags de sua página estão corretamente alinhadas com o seu interesse, é hora de checar se o seu conteúdo está. Se você já possui a página escrita e publicada, não há problemas, você pode editá-la a fim de usar melhor estas regras, caso a página ainda não esteja, melhor ainda, pois você pode preparar o conteúdo já visando estas regras.

A densidade das palavras-chave, isto é, quantidade de expressões presentes no conteúdo (contando-se cada caractere) comparado com a quantidade total de caracteres do conteúdo, é um bom indicador de que uma página realmente se importa com um assunto segundo as regras dos motores de busca.

Uma boa densidade varia de 2 a 6%, mais do que isso poderá levar os motores de busca a pensarem que você é somente um spammer, não um administrador de website de grande conteúdo. E nós sabemos que isto é o que você quer ser, pois spammers não conseguem (ou não deveriam) ganhar dinheiro na Internet.

Em termos práticos, para cada 200 palavras, use sua expressão duas ou três vezes. Claro, se você estiver escrevendo uma página com 1000 palavras, usar a mesma expressão 15 vezes ou perto disso pode ser cansativo para o leitor, então pese bem isso, ok?

E agora, mais uma dica: há “lugares especiais” onde os motores de busca podem procurar por tais palavras-chave, atribuindo ainda mais peso à sua página. Esses lugares são:

  • No início do conteúdo, mais especificamente, entre os primeiros 160 caracteres (preferivelmente, use a palavra-chave logo no início, iniciando no máximo até a quarta ou sétima palavra;
  • No resumo de sua página – geralmente os mecanismos de busca podem usar a tag description como resumo para apresentar no resultado da consulta, bem como o primeiro parágrafo do conteúdo, caso não haja tag description devidamente configurada;
  • No fim do conteúdo, também dentre os últimos 160 caracteres.

Uso de links internos

Outro recurso que você pode empregar é o uso de links internos, isto é, links que apontam para suas próprias páginas (do mesmo domínio ou subdomínio) usando como texto âncora a palavra-chave que você deseja conseguir bom ranking.

Se você estiver trabalhando com a plataforma WordPress, uma boa ideia é instalar um plugin para listar os artigos mais procurados. Como você já está incluindo no título do artigo as palavras-chave, elas serão então mostradas no texto âncora e será feito tudo de forma automatizada. Que prático, não?

Links internos também podem ser inclusos dentro do conteúdo de um artigo ou de uma página do site em si, por exemplo, como fiz quando apontei a vocês o link para o meu artigo Dez dicas sobre como ficar rico, lá em cima. Vale ressaltar que linkar várias vezes a mesma página em uma outra página não traz muitos benefícios.

Entretanto, evite incluir muitos links em suas páginas, sejam eles internos ou externos, caso contrário poderá ser confundido com um spammer.

Opa, que legal! E agora?

E agora? E agora está na hora de você escolher 15 ou 20 páginas suas e começar a aplicar estas técnicas. No início, você estará muito preocupado em seguir cada coisa passo a passo, mas depois de algumas páginas, você estará mais à vontade com estas técnicas.

E você, quais as técnicas de SEO on-page que você gosta de aplicar em seu dia-a-dia? Comente, participe!

[Este artigo faz parte de uma série de artigos que compõe o minicurso Como Ganhar Dinheiro na Internet]

Quer receber nossos artigos em seu e-mail e "de quebra" baixar nossos e-books "Manual do Investidor" e "Como Ficar Rico - dicas, dúvidas e comentários"?

E-mail:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *