Técnicas de SEO – parte 1

Técnicas de SEO – parte 1

Olá! Iniciaremos agora uma discussão em torno de técnicas de SEO que podem ser aplicadas a qualquer site ou mesmo uma simples página da Internet a fim de melhor conseguir tráfego, o que fará seu negócio mais conhecido por potenciais consumidores e… bingo, sua chance de ganhar dinheiro na Internet! 🙂

Você já deve ter ouvido falar por aí da importância de aplicar-se técnicas de SEO, que os motores de busca vão rankear melhor seu site, mais tráfego se converterá em mais dinheiro, enfim, um monte de coisas e você não entendeu nem mesmo por onde começar, não é mesmo? Bem, não se preocupe, o Clube do Dinheiro está mais uma vez aqui do seu lado para ajudá-lo a descomplicar e entender tudo isso, ok?

O conteúdo foi organizado e dividido em quatro partes, inicialmente uma introdução apontando a importância do uso das técnicas de SEO, uma segunda focando as técnicas “on page”, a terceira falando sobre técnicas “off page” e por fim nossas considerações, como coisas que você deve evitar fazer para conseguir otimização sem correr o risco de ser punido pelos motores de busca.

Nesta primeira parte, então, discutiremos o que é SEO e importância para o seu negócio.

A Internet, os motores de busca e o Google

Antes dos motores de busca serem criados, encontrar um site não era tarefa muito fácil – se você não tem a quem perguntar, como encontrar?

Se você quisesse acessar o Clube do Dinheiro, por exemplo, não adiantaria ir ao Google Search e pedir para que lhe dissesse qual o endereço do  Clube do Dinheiro, na verdade, você não poderia procurar nada nele – o Google Search, mecanismo de busca que mais marcou a Internet,  simplesmente não existia!

Com os primeiros motores de busca (quem aí lembra do Cadê ? 🙂 ), as pessoas começaram a encontrar mais facilmente as coisas na Internet, entretanto no início o processo era manual – um dos vários revisores (pessoas, não máquinas) precisava visitar o site e então categorizá-lo adequadamente para que alguém pudesse encontrá-lo no mecanismo de busca para determinadas buscas. Um processo (muito) lento e que não permitia constantes revisões dos mesmos websites.

O Google Search introduziu um conceito totalmente diferente ao utilizar-se de spider bots (ou crawlers, como também são chamados) capazes de analisar milhares de páginas por dia, categorizando-as segundo o conteúdo apresentado.

Devido à automatização, um mesmo site pode ser até mesmo revisado várias vezes no mesmo dia, categorizando não somente o conteúdo do domínio em si, mas o conteúdo de cada página presente no site.

Hoje vê-se um jargão bastante interessante que diz que “se não está no Google, então não existe!” que demonstra a tamanha importância que esse mecanismo de busca ganhou na Internet, redefinindo padrões e levando concorrentes a buscarem mudanças que os tornassem (ou ao menos tentassem) competitivos.

Você deve estar se perguntando: mas como os mecanismos decidem quais páginas são mehores que outras na hora de “rankeá-las”, isto é, classificá-las e expô-las em determinada ordem, na hora de exibir os resultados?

Algumas partes da página em questão devem ser analisadas a fim de determinar a profundidade com que se fala sobre o assunto (análise on page, ou seja, interna em relação à página em questão) ao mesmo tempo em que outras páginas que apontam para ela também devem ser analisadas (análise off page, isto é, externa em relação à página em questão).

Bem, e se você soubesse como os mecanismos de busca avaliam seu site e pudesse melhorá-lo a fim de tirar proveito disso? Esta é exatamente a ideia por trás das técnicas de SEO!

O que são técnicas de SEO?

SEO, abreviação para Search Engine Optimization, pode ser traduzida como otimização para motores de busca, isto é, um conjunto de orientações que podem (e devem!) ser aplicadas a um site inteiro ou somente uma página a fim de que os motores de busca possam melhor avaliar seu conteúdo e, assim, posicioná-lo melhor em seus resultados de pesquisa para determinadas palavras-chave (aos que não sabem, palavra-chave refere-se a uma expressão usada em uma busca e não necessariamente é só uma palavra, podendo ser uma frase ou um conjunto de palavras qualquer).

Podemos encarar a forma como um mecanismo de busca pontua uma página para uma pesquisa como se o mesmo comparasse tudo o que encontra num site com uma lista de pontos positivos (ou seja, coisas que fazem um site subir no ranking) e uma lista de pontos negativos (isto é, coisas que fazem um site cair ou nem mesmo aparecer no ranking). As técnicas de SEO visam, então, que adaptemos em parte nossa página a fim de que a mesma contenha mais itens da lista de pontos positivos e nenhum da lista de pontos negativos.

Bom negócio na Internet + SEO = muito dinheiro?

Imagine que você tenha o melhor produto do mundo, não do universo! O que acontecerá se ninguém souber disso? Ninguém o procurará, ninguém o comprará! Eis que quando aplicamos técnicas de SEO buscamos tornar mais fácil encontrar nosso conteúdo, nossas informações e nossos produtos.

Então, sim, se você tiver um bom negócio publicado na Internet e aplicar as técnicas de SEO corretamente, pode ter certeza de que mais pessoas o encontrarão (o fluxo de pessoas entrando em um site ou página chama-se tráfego, é bom lembrar disso!).

Só para que percebam a importância de “aparecer bem nos motores de busca”, vou lhes apresentar alguns números.

Um dos meus sites/blogs atinge no meio da semana o pico de 1200 visitantes em um dia, um número razoavelmente bom. Destes, cerca de 90% (você não leu errado, são cerca de noventa por cento mesmo!) provém de motores de busca.

Em outras palavras, se não fosse a ajuda dos motores de busca, o número de visitantes cairia para somente 120 visitantes em um dia! Uma diferença bastante considerável e que pode significar o sucesso ou o fracasso de de um empreendimento!

Claro, este é um caso bastante extremo, uma vez que se trata de um site cujo principal ponto forte é realmente o conteúdo, algo que chama bastante a atenção dos mecanismos de busca, mas você pode usufruir dos benefícios de ser bem classificado nos mecanismos de busca com os mais diversos tipo de sites, desde blogs com muito conteúdo a lojas virtuais com pouco ou nenhum artigo a ser lido.

_____________________________________

Nos próximos artigos estudaremos as principais técnicas on page e off page e você poderá reunir todas as técnicas de SEO apresentadas e por em prática. Até lá!

[Este artigo faz parte de uma série de artigos que compõe o minicurso Como Ganhar Dinheiro na Internet]

Quer baixar nosso e-book Manual do Investidor?

Quer receber nossos artigos em seu e-mail e "de quebra" baixar nossos e-books "Manual do Investidor" e "Como Ficar Rico - dicas, dúvidas e comentários"?

E-mail:

Um comentário

  1. andersonbarros says:

    isto é verdade mesmo,acompanho meu trâfego pelo googleanalytics e realmente cerca de 90% dos visitantes provêm de mecanismos de buscas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *