Procurando Curso de Microeconomia gratuito?

Após muito tempo sem escrever, cá estamos com um artigo que, espero, interessante para qualquer um que se interesse por conhecer um pouco da Economia ou, mais especificamente, a Microeconomia. E por que estou falando sobre isso? Porque me inscrevi em um curso de Microeconomia na plataforma edx.org e, apesar de já ter atrasado as lições da primeira semana, tenho gostado do conteúdo e achei que alguns de vocês também podem querer. Ah, e duas coisa bem legais: ele é gratuito (0800, free!) e realizado pelo MIT (sim, aquele MIT!), o que lhe dá a oportunidade de sentir um gostinho do que seria estudar lá.

Procurando cursos de Microeconomia? A gente te dá uma mãozinha!

A notícia não tão boa é que se você quiser fazer todas as atividades e seguir o cronograma é melhor se inscrever logo (a turma atual começou no dia 05 de fevereiro) ou espere até a próxima turma começar. Ah, e apesar de ser totalmente online você terá prazos fixos para cumprir as atividades – foi aí que “me pegaram”, já que praticamente coincidiu com o retorno às aulas no IFS e eu estive muito ocupado, por isso atrasei uma semana para iniciar. Mas enfim, deixe-me falar um pouquinho do curso…

O que é esse tal curso de Microeconomia?

Você já deve ter alguma noção de o que é Economia (ciência que trata da análise da produção, distribuição e consumo de bens e serviços, estudando a atividade econômica tendo, na gestão, a sua aplicabilidade prática – extraído da Wikipédia). A Microeconomia, segundo o prof. Jonathan Gruber, lida com estudos sobre Economia com o foco na limitação dos recursos disponíveis, isto é, como modelos econômicos comportam-se diante da possíveis escassez de bens, serviços e recursos financeiros.

Então, quem possui interesse em aprender sobre como se comportam as leis da oferta e da procura diante de cenários encontrados em nosso mundo (mercado livre, formação de cartéis, intervenção governamental etc.), um curso como esse pode dar uma fundamentação teórica muito interessante. E é aí onde entra o curso do edx.org que, como disse, traz um instrutor com experiência.

Outra vantagem do curso é que o mesmo é um dos cinco que compõe um programa MicroMasters do MIT, o que significa que se você desejar estudar os cinco cursos e realizar (=pagar) os exames, poderá conseguir a certificação no programa MicroMasters em “Dados, Economia e Políticas de Desenvolvimento” – e se está pensando no mestrado de mesmo nome no MIT, essa certificação equivalerá ao primeiro semestre. Joinha, não?

Segundo a página do curso, você deveria dedicar ao mesmo 12 a 14 horas por semana durante 11 semanas. E como as lições são liberadas semanalmente e cada atividade deve ser cumprida dentro do prazo, é bom realmente reservar tempo suficiente para cumpri-lo em 11 semanas! Inicialmente, pensei que 4 a 5 horas por semana seriam suficientes para cumprir os estudos, mas creio que vou ter que revisar essa minha agenda…

E por que estou estudando Microeconomia?

Bem, caso esteja curioso quanto ao porquê de eu estudar esse curso, quem me acompanha no Twitter sabe que há pouco tempo concluí na plataforma Udemy.com o curso Python for Financial Analysis and Algorithmic Trading visando um projeto (pessoal) de software, porém senti que faltava alguma bagagem teórica extra nas áreas de Economia, Finanças e Investimentos para ajudar na elaboração e explicação dos modelos, aí eis que vi em alguma rede social (não lembro agora onde, acho que Facebook) sobre o curso gratuito de Microeconomia e… fechou, inscrevi-me e esperei a turma iniciar.

E, apesar de estar no conteúdo da primeira semana ainda, estou certo de que foi uma boa decisão (apesar de que, devido ao prazo fixo, os outros cursos e livros que eu estava estudando ficaram em “stand-by”). Se este será o último curso necessário para o meu projeto? Com certeza não, há “muito chão pela frente”.

Aprenda mais sobre Microeconomia

Quem desejar esperar pela próxima turma a iniciar (recomendo que já faça a matrícula e anote a data em sua agenda), enquanto isso pode aprender sobre Microeconomia a partir dos seguintes endereços:

Sim, eu sei, a maior parte do conteúdo que postei aqui está em língua inglesa, mas quantas vezes já disse aqui que precisamos investir em nós mesmos e que aprender outro idioma (principalmente a língua inglesa) é sempre uma boa forma de aperfeiçoamento pessoal e profissional?

Bem, meu trabalho aqui já está terminado. Agora, com licença que ainda preciso concluir o conteúdo da primeira semana e iniciar logo a segunda. Fui!

Cursos profissionalizantes grátis

Sem dúvida alguma, a vida pode ser, como reza a lenda popular, a melhor escola. Infelizmente, alguma ou outra burocracia impede que ela garanta uma recolocação profissional para quem embarca na concorrida procura por uma posição de destaque no mercado e os cursos profissionalizantes grátis ajudam nesta hora.

Claro que é a própria graduação da vida que ajuda a proporcionar a experiência sempre exigida, o tino para guiar uma negociação ou a simpatia, atenção e cuidado ao lidar com a rotina, que já são considerações que se espera tanto dentro quanto fora de uma empresa.

No entanto, o conhecimento específico e diplomado é uma exigência de uma disputa tão acirrada quanto costumam ser as melhores vagas profissionais em aberto. E estar preparado – mais que sentir-se preparado – para ocupar essas posições, é uma gratificante qualidade para guiar os seus rumos, tanto profissionais quanto pessoais.

E, enquanto a graduação é um planejamento para um futuro – ou mesmo uma incógnita que se disfarça em múltiplas possibilidades, diante de tantas opções –, os cursos profissionalizantes surgem como alternativa de formação profissional que não apenas capacitam pessoas a ocuparem cargos de diferentes obrigações e uniformes, mas, também, auxiliam na formação do indivíduo na sociedade.

Em aulas presenciais ou virtuais – e, acima de tudo, acessíveis a todos, existindo milhares deles sem nenhum custo ao aluno –, os cursos profissionalizantes podem fazer a diferença no futuro de cada um. A oportunidade é, por si só, a primeira experiência. Vale ficar com os olhos atentos para o que pode surgir.

Por isso, confira a lista abaixo, que destaca algumas empresas e oportunidades para quem deseja adquirir novos horizontes para o seu rumo profissional:

Dicas de cursos profissionalizantes gratuitos

iPED – Instituto Politécnico de Ensino a Distância

No ar desde 2001, o iPED conta com um método de cursos on-line voltados para os mais variados segmentos. São mais de 500 opções de cursos, com emissão de certificado ao término de cada um e válidos em todo o território nacional.

Com a possibilidade de escolher entre curso gratuito ou pago – tendo a segunda opção funcionalidades extras –, o iPED pode ajudar o profissional a aperfeiçoar os seus conhecimentos e encontrar, ali, alguma afinidade profissional com determinada área.

Acesse o site e procure por mais informações sobre o iPED.

Via Rápida Emprego

Desenvolvido pelo Governo do Estado de São Paulo, e coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (SDECT), o Via Rápida Emprego oferece uma gama de cursos básicos de qualificação profissional – sempre de acordo com a demanda regional – com o objetivo de capacitar indivíduos a batalharem pelo seu lugar de destaque no mercado de trabalho. São mais de 150 modalidades, com cursos que duram até 3 meses em áreas diversas, como: construção civil, comércio, serviços, indústria e transporte, entre outros.

De acordo com o site do programa, os participantes só serão aceitos se seguirem as seguintes exigências: maiores de 16 anos, alfabetizados e que residam no Estado de São Paulo, cuja prioridade será dada a quem já esteja desempregado, com maior idade, baixa escolaridade, mulheres arrimo de família e pessoas com maiores encargos familiares.

Vale lembrar que as inscrições são feitas exclusivamente pelo site do programa. Quem não possui acesso fácil a internet, o próprio site disponibiliza uma lista com mais de 700 postos em funcionamento do Acessa São Paulo ou nas unidades do Poupatempo.

SENAI – Pronatec

Criado em 2011, com a sanção da Lei nº 12.513/2011, o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) surgiu como outra opção de capacitação gratuita para os interessados em ampliar o seu repertório profissional.

Além de iniciativas e projetos, o programa também oferece a oferta de vagas gratuitas nos cursos profissionalizantes do SENAI.

Para participar do programa, seja par cursos técnicos ou de qualificação profissional, exige-se idade mínima de 16 anos, entre outras condições que podem ser verificadas diretamente no site deles. Confira todas as informações necessárias para efetivar a sua participação e fique por dentro sobre o Pronatec.

Intel – Aprendizagem Baseada em Projetos

Além de gratuito, esse curso é específico a professores e educadores em geral, oferecendo uma visão amplificada sobre aprendizagem e abordagens para uma experiência enriquecida de conhecimento nas salas de aula.

Para conhecer mais sobre o curso e, quem sabe, experimentá-lo para ampliar os conhecimentos.

Programa Educação e Trabalho

Desenvolvido pela Fundação CDL, esse programa de aprendizagem é voltado para adolescentes residentes em comunidades de baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e conta com um curso de iniciação profissional.

O passo seguinte do programa é inserir os jovens em empresas como aprendizes, adquirindo conhecimento técnico-profissional na função desempenhada – em um total de 18 meses de período de aprendizagem.

Retirado do próprio site do programa, abaixo é possível conferir os requisitos para participar do programa:

Participar do curso de Iniciação Profissional, com duração aproximada de 40 horas e apresentar um desempenho satisfatório no mesmo

– Ter entre 15 anos e 20 anos;

– Estar cursando no mínimo ensino médio ou já ter concluído o mesmo;

– Ser egresso de família em situação de vulnerabilidade social com renda per capta não superior a um salário mínimo, considerando as suas variáveis e aplicações sob análise sócio-econômica.

Fundação Getúlio Vargas

Primeira instituição brasileira a participar do OpenCourseWare Consortium – OCWC, um consórcio de instituições de ensino cujo propósito é disseminar o conhecimento via materiais didáticos e conteúdo sem nenhum custo aos interessados, pela internet.

São dezenas de opções nas mais variadas áreas e segmentos, oferecendo conteúdos diversos para quem deseja edificar os seus conhecimentos e iniciar a sua formação profissional.

Ideal Grátis

O site conta com uma extensa variedade de cursos gratuitos, e dos mais variados segmentos.

Para se ter uma ideia, os cursos se revezam entre as áreas de administração, direito, educação, informática, música e, até mesmo, cursos de cunho pessoal, como caligrafia, empreendedorismo, etiqueta, liderança e a como falar em público, entre tantos outros.

CIEE – Centro de Integração Empresa-Escola

Para participar, o CIEE exige que os candidatos estejam cadastrados no seu site, seja como ‘estudante’, ‘estagiário’ ou ‘aprendiz’.

Todos on-line, para que o curso seja aproveitado plenamente, outros pré-requisitos são apontados, como: Ter acesso a um computador com internet e a seguinte configuração: acesso a um computador com internet; navegador Internet Explorer, Firefox ou Google Chrome; Plugin Adobe Flash 8 ou superior; 256 MB de memória RAM; kit multimídia; e processador de 700 MHz ou superior.

São mais de 20 opções que visam complementar o currículo – ou mesmo dar os primeiros retoques no aperfeiçoamento pessoal e profissional de cada um – em áreas diversas, como: inglês, matemática básica ou financeira, softwares Microsoft (Word, Excel e Power Point, entre outros), produção de textos e orientação profissional, para citar apenas alguns.

Considerações

Não faltam sites na internet que disponham esses cursos gratuitamente para os mais inúmeros perfis de pessoas e profissionais. Uma garimpada atenta por eles pode revelar um curso altamente gratificante de se fazer e concluir, adquirindo o conhecimento necessário – e exigido – pelas grandes empresas à procura de um novo profissional para compor a sua equipe.

Aproveite a oportunidade e renove os seus conhecimentos, aproveitando esses cursos profissionalizantes grátis que estão diariamente na internet e deixe seu currículo turbinado sem ter que gastar nada para isso – além de ganhar conhecimento extra, claro, que é muito importante.