Sistemas de rastreamento

Setores industriais e comerciais relacionados à segurança também estão em crescimento, como podemos perceber por meio das empresas que trabalham com sistemas de rastreamento.

Estamos em uma época em que quase tudo pode ser rastreado, automóveis, objetos e até alimentos. E isso não é só em nosso país, importadores de todas as partes do mundo têm exigido de seus fornecedores o serviço de rastreamento dos alimentos e produtos, garantido assim a qualidade do produto desde sua produção até o último ponto de venda.

No caso dos alimentos monitorados, o usuário pode saber desde o seu cultivo no campo até o seu preparo, passando por toda a história do alimento. Um exemplo desse setor, é o monitoramento do gado bovino que é rastreado desde as vacinações até o seu destino final, sendo registrado todo o seu histórico de vida com todas as sua movimentações.

Empresas têm investido nesta área, rastreando os animais do campo até o frigorífico, trazendo todo o histórico do animal ao consumidor final do alimento. O animal é monitorado todos os dias por um sistema de rastreamento e os dados de cada animal são transferidos por wi fi.

Uma empresa de São Paulo resolveu investir na área e obteve sucesso, em um ano a empresa conseguiu faturar 22 milhões de reais e as expectativas de crescimento para esse ano são bem grandes, tudo graças ao bom sistema de rastreamento. A empresa hoje está começando a investir na engenharia de sistemas que atendam a vontade de cada cliente, tendo assim um serviço exclusivo para cada cliente.

O negócios só têm a crescer e muitas empresas tem investido neste ramo em nosso país e o dono da empresa de São Paulo afirma que quem desejar iniciar um empreendimento neste ramo é preciso investir no desenvolvimento de sistemas customizados para cada cliente.

Ele diz que a empresa não precisa ter um estoque de equipamentos, mas precisa ter um bom profissional que saiba montar projetos. Os aparelhos podem ser solicitados aos fornecedores a cada solução desenvolvida pela empresa.

E se você gostou, aqui vão alguns dados que podem ajudá-lo a decidir se realmente vale a pena tal empreendimento ou não:

  • Investimento de R$ 50.000,00;
    • Equipamento e instalações – R$ 30.000,00;
      • Aluguel do ponto;
      • 2 computadores com internet;
      • Linha telefônica e ramal;
      • Móveis de escritório;
    • Capital de giro – R$ 20.000,00;
  • Faturamento médio mensal – R$ 18.000;
  • Funcionários – 3;
    • 1 dono;
    • 1 vendedor;
    • 1 desenvolvedor de aplicativos;
  • Prazo de retorno – 24 meses.

O ramo é interessante e as expectativas de crescimento são grandes, segundo uma projeção da Associação Brasileira de Logística diz que as empresas Brasileiras gastam por ano cerca de 160 Bilhões de reais no setor e os números só tem a crescer. Um levantamento feito por estudiosos garantiu que 90% dos transportes de cargas no Brasil são feitos por empresas de pequeno e médio porte.

Quer receber nossos artigos em seu e-mail e "de quebra" baixar nossos e-books "Manual do Investidor" e "Como Ficar Rico - dicas, dúvidas e comentários"?

E-mail:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *