Red Alert – Você possui reserva financeira?

Aqui estou mais uma vez, meus queridos amigos! E hoje vou trazer mais um assunto interessante que demonstra que andamos bastante desprevenidos – e começo este artigo já lhe perguntando, você possui uma reserva financeira?

A ideia deste artigo surgiu da leitura de um artigo bastante interessante chamado “Only 1 in 3 americans has an emergency fund of $1000” (update: Technorati foi reestruturada e removeu o artigo do website). Para quem dormiu em algumas das aulas de inglês, o título resume toda a ideia do artigo: somente um em cada três americanos tem um fundo de emergência de USD 1.000,00.

Mil dólares. Mil dólares, em nossa moeda, equivalem a R$ 1.788,60 (acabei de conferir 🙂 ). Sinceramente? Tal valor não pode nem mesmo ser chamado de reserva financeira (para quem acompanha meus artigos, devem lembrar que comentei que, para quem possui emprego tal reserva deveria equivaler à soma dos gastos familiares durante três meses e, no caso de profissionais autônomos, o equivalente a seis meses). Então essas economias seriam literalmente um fundo de emergência, pois só cobririam pequenas despesas que possam decorrer em um dado mês!

Decidi ir um pouco além e fazer uns “chutes estatísticos”. Se somente 36% da população possui um fundo de $1000, suponho que somente 7% possui um fundo de $5000 (dividi por cinco o primeiro valor, multipliquei por 5 o segundo, o que não é uma “ciência exata” mas nos dá um “valor chutado” próximo do que deve ser o valor real).

Somente 7%… Isso quer dizer que somente um a cada catorze americanos teria um fundo um pouco maior, algo que já poderia ser considerado uma reserva (se bem que, para muitos, esse valor não seria suficiente nem para dois meses de despesas).

Sim, os números são bastante alarmantes. E eu fico a pensar como seriam tais números, caso essa pesquisa fosse realizada também no Brasil. Será que seriam muito diferentes? Duvido…

Uma reserva financeira apresenta um papel importante na vida de qualquer pessoa ou família: em caso de problemas financeiros, ela pode aliviar a situação, caso contrário ela estará lá, crescendo, de tal forma que no futuro ela poderá representar um valor ainda mais interessante.

Seremos um país realmente rico, desenvolvido, quando ao menos uma em cada três famílias apresentar reservas financeiras capazes de equilibrar seu orçamento se necessário. Isso representa estabilidade financeira!

Só para terem uma noção, encerrei um contrato com um antigo cliente na última semana. Triste, pois o projeto é bastante promissor, mas necessitaria de muito mais capital para que pudesse ser alavancado, coisa que o cliente não deseja no momento. Para o meu azar, os ganhos com meus negócios online (em sua maioria, blogs informativos) sofreram uma baita queda após a atualização “Panda” do Google Search (e eles viviam a dizer que isso só afetaria websites com conteúdo duplicado ou sem qualidade… Até o Clube do Dinheiro sofreu alguma queda!).

Por sorte, fui aprovado no concurso de professor temporário da Universidade Federal de Sergipe (por incrível que pareça, fui aprovado pouco antes de encerrarmos o contrato com o nosso cliente) e espero estar assumindo em outubro, o que ajudará a equilibrar parte das contas, mesmo assim ainda haverá um grande vão. O que vamos fazer?

Bem, temos alguma reserva financeira (e isso não foi sorte, foi à custa de economia e poupança, mesmo) que me permite saber que minha família não sofrerá grande impacto devido a isso. Com toda certeza, se eu não tivesse tal reserva financeira e não tivesse passado no concurso de professor temporário, a esta altura eu estaria a distribuir currículo em todas as empresas de minha cidade, desesperadamente. Mas não, estou em casa, normal (somente um pouco deprimido, pois eu realmente quero que o Bandit Town (update: infelizmente, o mundo-jogo Bandit Town foi desativado pelo seu proprietário) se torne um sucesso, e muito chateado com a Google, que fez tamanha sacanagem com meus negócios, o que me obrigará a “cortar gastos” – isto é, dispensar alguns escritores, 🙁 ), e em breve devo ser outra vez professor (para quem não acompanha o blog desde o início, já fui professor temporário da UFS, por pouco mais que um ano e meio 🙂 ).

Enfim, espero que toda essa história demonstre a importância de ter uma reserva financeira. E você pode estar se perguntando “o que posso fazer para ter uma reserva financeira?”, bem, os passos não são muito complicados:

  • Tome nota de todos os seus gastos durante um mês ou dois;
  • Analise seu orçamento e defina como poderão reduzir gastos a fim de que algum dinheiro sempre sobre todo mês (por exemplo, R$ 100,00);
  • Mensalmente, aplique aqueles R$ 100,00 que você e sua família economizaram em uma caderneta de poupança;
  • Sempre que houver alguma bonificação ou dinheiro extra, por qualquer motivo que seja, encaminhe uma parte dele para a sua caderneta de poupança (aquela que estamos usando para manter a nossa reserva financeira);
  • Evite ao máximo sacar dinheiro dela para gastos supérfluos. Por exemplo, sacar algum dinheiro para adquirir uma câmera digital nova é bobagem (a não ser que seja uma ferramenta de trabalho!). Para tal finalidade, opte por economizar um pouco mais todo mês e, quando tiver todo o dinheiro necessário, compre a câmera à vista (assim, você pode conseguir um bom desconto).

Sua reserva financeira somente pode ser usada em momentos em que o não uso da mesma causará impacto negativo em suas vidas. Por exemplo, no caso de perda de emprego, você poderá usar o dinheiro da mesma a fim de manter as contas em dia. Outro exemplo é no caso da geladeira sofrer graves avarias e não haver dinheiro para conserto da mesma ou compra de uma nova. Nesse caso, use o dinheiro da reserva e tente pagar tudo à vista!

Você pode estar pensando agora que poupar R$ 100,00 mensalmente levará muito tempo para conseguir um bom valor de reserva financeira. Não há problema, o importante é começar hoje! Quanto antes você começar, não somente desenvolverá o hábito e disciplina como os juros irão, lentamente, trabalhar em seu favor!

E então, agora entendeu o porquê do “alerta vermelho” no título? Viu quão importante é a reserva financeira? E você, amigo leitor, já possui reserva financeira suficiente para suas necessidades?

Quer receber nossos artigos em seu e-mail e "de quebra" baixar nossos e-books "Manual do Investidor" e "Como Ficar Rico - dicas, dúvidas e comentários"?

E-mail:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *