Qual o jeito certo para ganhar dinheiro na web?

Talvez alguns de vocês se lembrem. Em setembro do ano passado (mais especificamente, em 03 de setembro de 2011), escrevemos e publicamos um artigo chamado Cuidados com sistemas para ganhar dinheiro na Internet.

Recebemos dois comentários no mesmo e gostaria de falar sobre eles agora e, quem sabe, discutir sobre o jeito certo para ganhar dinheiro na web, afinal de contas, este é o título de nosso artigo, não é mesmo? 😉

Bem, vamos então ao primeiro comentário…

Problemas com a família

Nossa querida leitora Daniela, de origem portuguesa, comentou-nos sobre um problema que está passando com a sua família. Desde pequena, ela sempre poupou todo o dinheiro que tem recebido como presente, mesada e em outras situações. No ano passado, agora com 16 anos, sua família decidiu depositar seu dinheiro em uma poupança sem consultá-la, o que a deixou muito irritada.

Bem, para tornar a situação ainda mais complicada, sua família não permite que a mesma trabalhe até antes de completar os 18 anos, quando então terá somente duas opções: casar e formar família ou arranjar-se por si própria (acredito que, com essa expressão, ela queira dizer que terá que trabalhar para pagar seus cursos e custos – lembre-se, sou brasileiro, então algumas expressões podem ter sentido sensivelmente diferente de um país para outro).

Bem, primeiro, quanto ao dinheiro. A melhor forma é atualizar-se quanto às melhores opções e, na presença do tal empregado e de  seus pais, expor as opções, “preto no branco”. Por mais que seus pais digam que “o que está feito já está feito”, sempre é possível efetuar o resgate do valor poupado – aqui no Brasil, não há pagamento de taxas ou tributações quando resgatamos valores de uma caderneta de poupança.

Entretanto, caso deseje, não precisa tirar todo o dinheiro da caderneta de poupança. Até pode se utilizar da mesma (a depender do capital e do tempo que manteremos tal montante investido, aqui no Brasil às vezes é mais interessante deixar em uma caderneta de poupança), agora isso depois de avaliar quais são as melhores opções. Recomendo que procure uma livraria em sua cidade e websites sobre investimentos em terras portuguesas e leia sobre as opções mais lucrativas para pequenos investidores conservadores.

Mas eu não recomendaria que ficasse somente nisso, no dinheiro investido. Em um momento tão conturbado como o é atualmente na Europa, talvez desenvolver websites focando brasileiros e portugueses seja uma ideia interessante – tenho visto alguns portugueses a fazer isso e aparentemente estão faturando, pois continuam com tal abordagem.

Claro que, quando não se tem muita experiência, deve-se tomar cuidado para que o website planejado venha realmente a render-lhe bons frutos. É interessante nesse caso fazer uma boa pesquisa de nicho antes de começar o website em si, bem como já determinar como será feita a rentabilização por meio do mesmo. E se me perguntar se vale a pena, sim, vale a pena! Você não vai ficar feliz com o resultado financeiro no primeiro ano, muito provavelmente – já falei várias vezes aqui que o meu primeiro pagamento saiu com mais de um ano que comecei – entretanto, quanto mais o seu negócio online amadurece, melhores são os retornos. E esse é um tipo de atividade que você pode controlar melhor o seu tempo aplicado: você pode atuar somente durante duas horas aos sábados ou até mesmo trabalhar durante oito horas diariamente, você é quem escolhe!

Vários de nossos leitores iniciaram negócios dentro e fora da web depois que começaram a nos ler. Outro dia, li o comentário de um de nossos amigos, Ricardo, que comentou aqui que a partir da leitura de nossos artigos decidiu abrir a sua loja de doces e fiquei muito feliz por isso! É muito importante para nós saber que as pessoas estão realmente começando a arregaçar as mangas e “fazendo seu próprio dinheiro”, pois esse é o caminho certo.

Andréa Gonçalves, da loja virtual Pele Nutrida, também é nossa leitora e há algum tempo atrás requisitou-nos o serviço de pesquisa de nicho para melhorar a estratégia de marketing de seu negócio. Sua loja vende diversos produtos, desde cosméticos para tratamento da pele a maquilagem. Ainda não tive um retorno dela sobre os resultados de sua nova campanha, mas espero que tenham superado suas expectativas. (Update: infelizmente, a loja virtual Pele Nutrida não está mais no ar e não recebi nenhuma resposta de Andréa.)

Não posso esquecer também de Newton Hernandes, nosso amigo que procurou-nos inicialmente para uma pesquisa de nicho e acabou saindo com um “serviço completo para dois websites”, pois vimos ali a oportunidade para estender e cuidar de toda a parte da hospedagem e instalação de seus novos websites que estão recebendo agora a atenção devida. Estou falando do blog Cutelaria Artesanal (ainda não publicou posts, mas já possui várias páginas, inclusive sua coleção de facas 🙂 ) e SubSea, um blog focado em robótica submarina para extração de petróleo. Newton, também quero saber de você o que está achando de seus novos blogs, espero que estejam funcionando como você desejava!

Enfim, disse tudo isso porque, caso precise de alguma ajuda para iniciar também o seu negócio, saiba que pode contar com nosso apoio, como o Newton mesmo contou (eu mesmo o incentivei a iniciar dois novos projetos em vez de um só, por diversas razões, como expliquei a ele).

E quanto à ideia de “casar ou cuidar de si mesma”, eu preferiria cuidar de minha própria vida. Hoje em dia, casar-se sem ter a certeza de que realmente há uma sintonia no casal, não só afetiva, mas também quanto aos objetivos que possuem em sua vida, pode ser muito arriscado. Se você se casar com uma pessoa que deseja muito que você cresça pois ele compreende que só assim vocês dois conseguirão alcançar seus objetivos financeiros e profissionais, excelente! Mas se você casar com uma pessoa que, pelo contrário, possui rancor ou mesmo ódio quando a ver crescer profissionalmente, talvez porque ele mesmo não queira isso para a vida dele, você poderá estar em grandes apuros!

Você deve estar aí, nervosa, perguntando-se: e o que eu faço? Faça exatamente a mesma coisa que faço quando eu estou dirigindo e acontece algum imprevisto no meio da rua (um carro que fez uma ultrapassagem errada, uma carroça que desandou a dar ré sem motivo algum ou outra coisa)… Mantenha a calma, reflita com cuidado e aja com sensatez. Ficar nervosa, brigar ou desesperar-se só tornará tudo ainda mais difícil, dificultando até mesmo visualizar as opções.

Converse aos poucos com sua família para que eles percebam que há muitas outras oportunidades para você, como iniciar aos poucos um empreendimento que talvez não agora, mas a partir dos seus 18 anos (você já deve estar perto dos 17 anos, não é mesmo?) começará a render-lhe algum dinheiro, dinheiro este que você poderá usar para pagar parte dos custos de seu curso superior ou usar para complementar a sua renda, o que alavancará a sua vida.

E lembre-se: casar não é um “plano de carreira”, como muitas mulheres “imaginavam” há muitos anos atrás, pensando que ou deveriam casar-se ou ir trabalhar. Não! Casar deve ser consequência de encontrar a pessoa certa para estar ao seu lado todo tempo e preferivelmente ambos já estarem com sua vida mais ou menos estável (ou seja, já terem concluído ao menos a graduação e já terem um bom emprego ou estarem faturando em algum negócio). Seguindo essas dicas, você terá não somente uma vida financeira saudável, mas também uma vida amorosa muito mais saudável (vai por mim, palavras de quem é casado!).

Bem, espero ter respondido suas dúvidas, qualquer coisa, manda um comentário ou envia um e-mail, ok? Vamos ao próximo comentário!

Não se ganha dinheiro na Internet da noite para o dia

Nosso amigo Thiago concordou com o que nós dissemos e comentou algo muito importante: “Todos nós sabemos que não é da noite para o dia que construimos um site ou blog e tiramos ideias para infoprodutos, ideias que nem sabemos ao ponto se darão certo, mas uma coisa é certa temos que arriscar.”

Pois é, Thiago, precisamos nos arriscar. É assim com os pássaros: enquanto filhotes, eles não podem voar e ficam lá no ninho, com medo, mas chega uma hora que não há escapatória: é preciso pular, bater as asas e rezar para que tudo dê certo. Bem, e o que fazemos se não der certo?

Acredito que devemos levantar, limpar a poeira de nossas penas e tentar voar outra vez, afinal de contas, se desistirmos, nunca conseguiremos. Você não perde quando falha, você perde quando desiste.

Mas o grande problema mesmo de tanta gente ainda achar que é possível ganhar dinheiro da noite para o dia, Thiago, é, como já comentamos naquele artigo, os sistemas fraudulentos que vivem a citar mil e um exemplos de pessoas (geralmente pessoas fictícias!) que ganharam milhares de dólares da noite para o dia com aquele sistema. Engraçado que nunca eu consegui encontrar UMA daquelas pessoas que faturaram alto assim, em questão de horas!

Em compensação, tenho acompanhado o trabalho de muitas pessoas na web que estão ganhando um bom dinheiro – alguns até ganham uma quantia bastante invejável! – e sempre comentam que não ganharam aquilo da noite para o dia, e sim como resultado de uma longa e árdua jornada, trabalhando sempre com seriedade, transparência e humildade.

Então, em quem devemos acreditar? No conto do “Superman que faturou milhares com um produto vendido a R$ 30,00 ou R$ 50,00 sem ter feito esforço algum”, ou nas palavras de bloggers como Patt Flynn, que ganham algumas dezenas de milhares de dólares todo mês e sempre descrevem toda a sua rotina de trabalho? Eu prefiro acreditar em Flynn, que já virou meu super-herói!

Bem, enfim…

Qual o jeito certo para ganhar dinheiro na web?

De forma honesta e bem planejada, focando um mercado que apresenta uma boa demanda e que tenha a menor competição possível, estudando o que a sua concorrência já está fazendo e indo além. Esse é o jeito certo de ganhar dinheiro na web hoje. Na verdade, foi assim ontem, hoje e sempre será.

As pessoas procuram a “fórmula mágica”, o jeito certo para ganhar muito dinheiro rápido e sem esforço. Mal percebem essas pessoas que muitas vezes desperdiçam muito tempo (e até mesmo seu dinheiro!) enquanto ficam procurando algo que não existe.

Vejam bem, um dos meus websites ganhou cerca de R$ 400,00 no ano passado. Você pode estar achando que é pouco, mas se levar em consideração que durante todo o ano de 2011 eu escrevi somente umas 5 ou 7 novas páginas para ele e que fiz algum trabalho de link building, mas não excessivamente, eu diria que é um exemplo de que você pode ganhar um bom dinheiro aqui na Internet.

Entretanto, este é um dos exemplos, há outros onde precisamos atuar mais intensivamente, como acontece com o blog Nutrição em Foco, onde publicamos três ou quatro artigos semanalmente (por falhas editoriais, esse ano chegamos a passar uma semana sem publicações, mas acredito que isso não acontecerá mais). Claro, trabalhamos mais nele, mas também ganhamos mais, mas não ganhamos neste outro na mesma proporção que o anterior, mas vale a pena, pois mantemos parceria com uma escritora freelancer para gerar conteúdo para o mesmo, liberando meu tempo e de minha esposa para dedicar a outros projetos – alguns desses já começando a apontar que a partir de 2012 vão começar a ganhar um bom dinheiro, outros ainda adormecidos.

Bem, pode parecer “enrolação” o que estamos falando até agora, afinal de contas, muitos gurus do internet marketing falam sobre como é possível ganhar muito dinheiro rápido por meio da seguinte fórmula:

  • Pesquise uma palavra-chave com grande volume de busca e baixa concorrência nos motores de busca;
  • Registre um EMD (exact match domain), isto é, um “nome de domínio exato”, um nome de domínio que contenha exatamente a palavra-chave, sem hífens ou qualquer acréscimo;
  • Instale WordPress e configure-o corretamente (geralmente eles não explicam como funciona essa parte);
  • Crie 5 a 10 páginas para o seu blog / website, visando a palavra-chave principal e outras palavras-chave primárias. Muitos até recomendam somente terceirizar, mas geralmente não ressaltam a importância da qualidade do conteúdo… Faça um website sem conteúdo de qualidade e você vai ver, “filhote”, se vai ganhar dinheiro…
  • Backlink, backlink, backlink… Realmente, uma estratégia de linkbuilding é importante, mas geralmente não fica claro qual a estratégia a ser adotada e, quando fica, geralmente é uma estratégia bastante obsoleta.

Há inúmeros pontos falhos nesse processo, vejam só:

1. Está totalmente defasado, isso não funciona mais tão bem agora, já que o big G fez muitas alterações ao seu motor de busca e isso geralmente está levando os websites com poucas páginas e com perfis de backlinks muito suspeitos para o ralo…

2. Venho percebendo que há uma grande diferença entre o que você pode ganhar quando cria um website em torno de um nicho ou subnicho e quando cria um website em torno de uma palavra-chave que não é “forte suficiente” para se caracterizar como um subnicho;

3. A estratégia de SEO vem sendo alterada gradualmente. Alguns dos meus novos blogs conseguem um bom tráfego graças a um foco maior na parte de SEO on-page, isto é, no SEO dentro da própria página do artigo. A principal mudança? Artigos mais densos quanto a conteúdo (em alguns nichos, 500 palavras, em outros, pelo menos 700), inclusão de imagens e tags para headlines. Enfim, o artigo termina com “menos cara de blog post” e “mais cara de um artigo para um website profissional”;

4. Cinco a dez páginas de conteúdo somente? Como já disse alguns parágrafos atrás, os motores de busca estão agora “premiando” websites mais completos, com mais conteúdo, atualizados com maior frequência. Não vou negar que tenho dois blogs / websites com menos de 20 páginas de conteúdo e que ganharam algum dinheiro no ano passado (um deles foi aquele que citei, que ganhou R$ 400,00 em 2011), mas isso ficará cada vez mais raro e depende muito da qualidade do conteúdo escrito e por falar em qualidade do conteúdo…

5. Agora, é preciso focar muito mais na qualidade do seu conteúdo! Se alguém faz uma busca, chega até o seu website, lê seu artigo e o mesmo é completo suficiente para que não precise ir novamente ao motor de busca para procurar por outro resultado, então aquele motor de busca entenderá que seu artigo é muito bom, você “ganhará mais pontos” e gradualmente seu website vai subindo nos resultados. Entretanto, se o usuário que chegou ao seu artigo não gostar e precisar retornar ao motor de busca para efetuar a mesma pesquisa, subentender-se-á que seu artigo não possui tanta qualidade, você “perde alguns pontos” e desce nos resultados… É preciso que eu enfatize, então, ainda mais a importância de escrever cada página de forma a ser tão completa (ou estar “linkada” para a próxima fonte relevante, essa é a minha estratégia atual!) que o internauta só precise de seu website para saber aquilo que tanto buscava? Acredito que não!

Ufa, missão dada, missão cumprida (e comprida), pois este artigo está com 2.500 palavras! Ah, e Douglas, não se preocupe, não esqueci que prometi gravar um vídeo mostrando como criar uma planilha financeira para controlar as finanças pessoais!

Bem, espero que tenham entendido um pouco mais sobre como ganhar dinheiro na Internet, se não entendeu, caso não tenha compreendido, releia toda esta última seção e preste muita atenção nas “entrelinhas”, ok?

Quer receber nossos artigos em seu e-mail e "de quebra" baixar nossos e-books "Manual do Investidor" e "Como Ficar Rico - dicas, dúvidas e comentários"?

E-mail:

5 comments

  1. Charles says:

    Nota 10 para o artigo, pra mim que estou começando agora prefiro palavras sinceras e de cautelas como estas do que promessa mirabolantes de ganhar dinheiro rápido, parabéns mesmo pelo artigo.

  2. Douglas says:

    Ok estou no aguardo 😉

    Ótimo post como sempre…

  3. joao says:

    impossível ler o primeiro parágrafo com o anpuncio do google na frente. Uma pena!

  4. Newton says:

    Olá Caro amigo,

    Muito bom o post, como sempre assuntos relevantes que ajudam a todos, aliáis te admiro muito pela disposição em ajudar as pessoas que te procuram.
    Estou muito satisfeito com os resultado dos meus blogs, estam funcionando muito bem, e agora já tem post, he he.
    obrigado por tudo e grande abraço,
    Newton

  5. admin says:

    João, o anúncio não se encontra na frente do primeiro parágrafo, ele está ao lado. Pode até parecer, uma vez que a primeira frase começa “colada” nele, mas ele não está por cima não, começa ali mesmo, no “Talvez alguns de vocês se lembrem”, ok?

    E olá Newton, tudo bem? Fico feliz que esteja gostando de seu blog e espero poder ajudá-lo a tornar-se #1 no ranking para
    “cutelaria artesanal” (acabei de checar que você está em #20, contando os vídeos do YouTube que agora o Google Search põe “a lot” em seu ranking, bem como as imagens do próprio, o que é uma boa posição, considerando-se que não foi feito nenhum trabalho de marketing – pelo menos se você fez, não me comentou 😛 ).

    Ei, está seguindo o plano de ação? Criou a conta no Twitter e demais websites? 🙂 Se precisar de alguma ajuda lá, é só me dizer, ok?

    Um abraço e sucesso a todos!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *