Plano de Marketing

Depois de saber gerenciar financeiramente sua empresa é imprescindível que você faça um bom Plano de Marketing para garantir seu sucesso e descobrir as formas corretas de alcançar seus objetivos.
Mas afinal, o que é um Plano de Marketing?
Simples! Plano de Marketing é uma ferramenta estratégica gerencial que é utilizada para identificar as forças, fraquezas, ameaças e oportunidades do mercado. Desta forma, você poderá traçar estratégias que farão com que alcance seus objetivos de acordo com as necessidades de seus consumidores.
Então por que um Plano de Marketing é importante para sua empresa?
Sem levarmos em conta que todas as empresas já possuem o seu Plano de Marketing e você estaria em desvantagem sem fazer o seu, uma das principais razões para que esta ferramenta seja implementada em sua nova empresa é o fato dela proporcionar uma ampla visão à área de marketing, possibilitando aproveitar melhor as oportunidades do mercado através da potencialização dos pontos fortes de sua empresa, ao mesmo tempo em que permite que os pontos fracos sejam diminuídos ou até mesmo transformados em forças.
Como fazer o Plano de Marketing da sua empresa?
Para fazer o seu Plano de Marketing é preciso seguir alguns passos que irão garantir o sucesso de seu projeto. São eles:

#1 – Planejamento
As partes mais importantes do planejamento de seu Plano de Marketing são:
Análise do ambiente
Este é o primeiro passo para o seu plano. A análise do ambiente é feita com base no ambiente externo e interno e também é chamada de análise SWOT.
O ambiente externo envolve tudo que está ligado externamente à sua empresa como concorrentes, consumidores, fatores sociais, políticos, econômicos, legais, culturais e tecnológicos. Estes fatores determinam as ameaças e oportunidades de sua empresa.
Já o ambiente interno trata-se de elementos como equipamentos disponíveis, tecnologia, recursos humanos e financeiros, valores e objetivos. São aspectos fundamentais para o seu bom ou mau funcionamento e podem definir suas forças e fraquezas.
Definição do público-alvo
Nesta etapa você deverá identificar o segmento de mercado que vai querer atingir. Você deve avaliar o que mais se adequa ao seu negócio. Os pontos que devem ser analisados são sexo, faixa etária, profissão, renda, estilos de vida, hábitos de consumo, etc.
É importante você conhecer seu público-alvo para poder satisfazer as necessidades e expectativas desse público.
Saber qual é seu posicionamento no mercado
Posicionar-se no mercado nada mais é do que escolher a forma como quer que seu cliente o veja. Nesta etapa você deve avaliar como seus principais concorrentes se posicionam e saber o que traz vantagem competitiva para a sua empresa.
Definição de metas e objetivos
De acordo com a missão da empresa, qual é seu objetivo? Aonde você quer chegar com o seu Plano de Marketing?
Para definir suas metas, você deve quantificá-las, pois desta forma ficará mais fácil alcançá-la. Por exemplo: você quer aumentar em 10% seu volume de vendas; aumentar sua carteira de clientes em 15%, etc.
Este é um passo muito importante, pois todas as estratégias de marketing deverão girar em torno dos objetivos e das metas que você deseja alcançar para a empresa.
Definição das estratégias de marketing
E agora? O que fazer com todas as informações coletadas? A definição destas estratégias deve ser feita a partir dos 4 P’s do seu negócio que são: produto, preço, praça e promoção.
Desta forma, você deve avaliar cada um destes segmentos para escolher as melhores estratégias:
A. Produto
Pode ser o produto ou o serviço oferecido por sua empresa. Você deve avaliar várias possibilidades de melhoria em relação ao seu produto ou serviço:

  • Pode ampliar seu mix de produtos a fim de oferecer produtos variados dentro do mercado que já atua;
  • Criar diferenciais para um produto já existente, destacando-se da concorrência, como maior qualidade, design, embalagens, garantia, entrega;
  • Diversificar seus produtos com o desenvolvimento de produtos para um novo mercado. Esta é a opção mais arriscada, pois deve ser feita uma ampla pesquisa de mercado anteriormente.

B. Preço
Quanto vale o seu produto e quanto o consumidor está disposto a pagar por ele?
Nesta parte você deve avaliar a melhor forma de definição de preços e formas de pagamento que serão aceitas. Você deve adotar como poderá ser feita uma política de descontos ou como poderá elaborar promoções que utilizarão preços promocionais sem que tenha prejuízos financeiros em seu negócio. Não se esqueça de considerar os preços dos concorrentes.
C. Praça
Você deve avaliar qual o melhor lugar para instalar o seu negócio e depois disso cuidar para que ele tenha uma aparência de acordo com o posicionamento da loja. Isso se relaciona com o seu público-alvo também, pois deverá facilitar o acesso a seus consumidores. Além disso, nesta parte devera levar em conta as características dos fornecedores que pretende trabalhar, facilidade de acesso, transporte, estacionamento, etc.
D. Promoção
Esta parte envolve toda a parte promocional que poderá ser feita para divulgar o seu negocio, como propagandas, descontos promocionais, publicidade, distribuição de brindes e amostras, criação de algum plano de fidelização, etc.

#2 – Implementação Mãos a obra! Nesta parte você colocará em prática tudo o que foi planejado. Para isso deverá responder as perguntas:

  • O que deve ser feito?
  • Quando deve ser feito cada atividade?
  • Como será feita cada atividade e em que ordem cronológica?
  • Quem será o responsável por cada atividade?
  • Quanto irá gastar com cada atividade e no total?

Lembre-se que deverá manter-se fiel aos seus objetivos e metas.
#3 – Avaliação e controle
A avaliação e o controle reduzem os erros e desperdícios e garantem a eficácia do Plano de Marketing. Desta forma devem ser feitos antes, durante e após a implementação do plano. Se feitos disciplinadamente e da forma correta evitam prejuízos e permitem que haja adequações e mudanças a qualquer momento.
E depois de fazer o Plano de Marketing?
Agora você já tem um direcionamento para sua empresa e pode caminhar de olhos abertos em direção ao seu objetivo. Seus riscos estão menores e você tem a possibilidade de promover muitas ações para a melhoria do seu negocio, pois já conhece sua concorrência e já dispõe de informações que ajudarão você a se diferenciar no mercado.
Lembre-se de sempre revisá-lo e mantê-lo atualizado, afinal o mercado esta em constante mudança. Depois só aprender como trabalharmos com o outsourcing para melhorar ainda mais nossos projetos. Fique atento!

[Este artigo faz parte de uma série de artigos que compõe o minicurso Como abrir seu próprio negócio]

Quer receber nossos artigos em seu e-mail e "de quebra" baixar nossos e-books "Manual do Investidor" e "Como Ficar Rico - dicas, dúvidas e comentários"?

E-mail:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *