Modelos de gestão apoiada em Tecnologia da Informação

Informação e Sociedade

A sociedade é totalmente dependente da informação. Por este motivo que foi criado o termo “Sociedade da Informação” ou “Sociedade do Conhecimento” ou ainda “Nova Economia”.

Esta dependência está relacionada ao crescente desenvolvimento das tecnologias, criando a necessidade maior de novas informações e conhecimentos devido à globalização. Quem não busca estar inserido no meio dessa sociedade tampouco poderá administrar uma empresa ou abrir o seu próprio negócio. Informação não é mais diferencial, é requisito mínimo no mercado.

Toda esta evolução faz com que a internet e a tecnologia ajudem a processar tantas informações juntas, filtrando o que é necessário e achando a melhor forma de descobrir o que realmente importa.

Na gestão empresarial não é diferente. Gerir uma empresa que possua tantas informações e não saber o que fazer com elas é caminhar rumo a um futuro fracasso. Mas não precisa se desesperar, para que você possa administrar tudo isso da forma correta existe a Tecnologia da Informação.

O que é Tecnologia da Informação?

Podemos definir a Tecnologia da Informação (TI) como um tipo de tecnologia que envolve o processamento de informações, dados e toda comunicação integrada através de equipamentos e recursos eletrônicos. Dentro de seus componentes estão o hardware, softwares, sistema de comunicação e todos os aplicativos relacionados a eles.

O maior objetivo da TI é dar apoio nos processos decisivos da empresas, mostrando o melhor caminho a ser seguido a partir do gerenciamento de todas as informações da organização.

Mas como utilizar toda essa tecnologia a seu favor? Vamos ver como ela pode ser aplicada…

Competição e Cooperação baseada em Tecnologia de Informação

No ambiente atual em que vive o mercado de negócios, a competição está cada vez mais acirrada e as maneiras de destacar-se diante da concorrência estão muito mais disputadas.Assim, a Tecnologia da Informação adquire um papel vital para a melhoria da competitividade. Sua adoção pode ajudar nas fronteiras existentes entre as organizações, fornecedores e clientes, gerando redes de cooperação que facilitam a capacidade de resposta devido à integração.

A fim de facilitar novas formas de cooperação, a TI tem estabelecido novas redes de empresas integradas buscando uma eficiência de forma coletiva. Esta ação visa balancear a competição e cooperação entre as organizações através de uma junção de interesses e cooperação entre os fornecedores, as empresas e os clientes. Além dos benefícios já citados, isso gera redução de custos e utilização coletiva dos conhecimentos, tecnologias e meios comerciais.

Em muitas empresas este sistema já é utilizado para integrar os departamentos da organização e criar relações com as outras empresas através de alianças estratégicas, parcerias comerciais e acordos cooperativos. Esses sistemas interorganizacionais permitem que os fornecedores tenham acesso à demanda por seus produtos e auxiliam os distribuidores nas redes de suprimentos. É uma forma de coordenar a distância as relações entre todos os processos envolvidos dentro da organização, ligando tecnologicamente consumidores e fornecedores e tendo uma melhor eficácia nos resultados.

Esse projeto deve estar em constante desenvolvimento, de acordo com o crescimento da tecnologia e as demandas do mercado, além de estar sempre alinhado aos interesses de todos os envolvidos. Não adianta criar um projeto que beneficie somente a você e sua empresa, pois ele te acarretará mais gastos, mais problemas e nenhum resultado positivo. Para isso já existem os softwares internos que dão conta do recado e estão à disposição facilmente.

Todo esse processo da TI torna a organização mais competitiva devido ao fato de estar sempre atenta às mudanças. Essa vantagem faz com que ela responda com rapidez ao mercado, fazendo as adaptações necessárias antes que isso se torne um problema. Um fato muito importante também está alinhado ao Marketing, onde a interação dos consumidores com a sua empresa permite que você possa sempre atender às necessidades do mercado.

Automação e Informatização – Modelos Integrados

Além do uso de TI através de sistemas interorganizacionais, esta tecnologia pode ser aproveitada em outros aspectos da empresa, visando sempre à redução de custos e tempo, além do aumento de lucro.

Uma dessas maneiras é a automação e a informatização, que se utilizadas de forma conjunta e correta ajudarão muito em alguns processos.

Automação consiste em mecanizar processos através de máquinas ou aparelhos eletrônicos que geram melhores resultados e diminuem os custos fixos de uma empresa. Informatização é tudo que se refere a sistemas com uso de computadores e softwares.

Assim, como exemplos dessa integração comercial estão os sistemas de controle de estoques, contas a pagar e receber, folhas de pagamentos, identificação de mercadorias através de códigos de barras, terminais de consultas, leitores de documentos, relógios de ponto, etc.

Mas quando automatizar? Isso depende dos objetivos de sua empresa e de uma análise um pouco complexa. O motivo mais comum da automatização nas empresas é a relação custo x beneficio. Deve-se tomar cuidado para não automatizar tarefas simples, fazendo um investimento desnecessário, e também não automatizar processos em que os resultados posteriores trarão diminuição da qualidade, já que antes eram realizadas por seres humanos.

Vale lembrar que nenhum desses processos trará resultados satisfatórios se não forem coordenados por pesssoas competentes e estiverem sempre integrados com o capital intelectual da empresa.

Por Jeniffer Silva

[Este artigo faz parte de uma série de artigos que compõem o curso de gestão empresarial]

Quer receber nossos artigos em seu e-mail e "de quebra" baixar nossos e-books "Manual do Investidor" e "Como Ficar Rico - dicas, dúvidas e comentários"?

E-mail:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *