Identificando o melhor ativo para você

Olá amigos e aqui vamos nós nessa viagem rumo a uma melhor Educação Financeira! E desta vez, discutiremos a importância de identificar qual o melhor ativo para você, amigo leitor, para que melhor possa utilizá-lo focando em seus objetivos.

Caso tenha visto a proposta inicial deste curso, deve ter percebido que eram previstos três outros artigos, um sobre o desenvolvimento de seu próprio negócio, outro sobre o mercado imobiliário e um último sobre investimentos bancários (ativos de papel). Achei por bem removê-los, já que a última lição, que deveria falar mais superficialmente sobre cada um, acabou sendo desmembrada em quatro artigos.

Estamos assim adentrando a quarta parte de nosso curso e a partir de agora é fundamental que cada um de nós conheçamos as ferramentas de que dispomos para alcançar o nosso sucesso.

Qual o melhor ativo?

Poderíamos nos fazer uma pergunta de incipiente procurando saber qual o melhor ativo, aquele capaz de maior retorno financeiro com o menor risco possível, mas se analisar bem cada uma das opções, perceberá que não há uma única resposta – há pessoas que enriquecem por meio do mercado imobiliário, outras por meio de ativos de papel e outras por meio de um negócio próprio!

O sucesso de sua investida depende em muito de quão bem você se sente em participar daquele tipo de ativo. Pessoas com perfil muito empreendedor preferirão os negócios, já pessoas com perfil mais analítico e não interessadas por empreender podem se interessar por investir em ações ou fundos de investimentos, enfim, a resposta dependerá muito de seu perfil.

Além disso, você não deveria prender-se a somente um grupo de ativo – você pode dividir seus recursos para aplicar em mais de um deles. Tomando-me como exemplo, ao mesmo tempo em que mantenho algum dinheiro em investimentos (geralmente aplicações e verificações mensais para não tomarem muito do meu tempo) estou desenvolvendo também meu próprio negócio (em fase de expansão no momento, o que leva à necessidade de aplicar dinheiro nele e “rezar” para que o dinheiro volte tão rápido quanto for possível 🙂 ).

Na verdade, considero o grupo dos ativos de papel como tendo um papel principal quando o indivíduo é um investidor profissional e um papel secundário quando o indivíduo prefere o mercado imobiliário ou o mundo dos negócios, mas nunca existente, pois é dessa forma que garantimos que o dinheiro jamais “ficará parado”.

Como ter certeza de que se fez a escolha certa?

Simples, leve primeiro em consideração a sua satisfação pessoal, não quanto dinheiro poderá ganhar com aquele grupo de ativo. Em outras palavras, se você se sente motivado a ter seu próprio negócio, então o faça, pois se realmente é isso que o motiva, esta será uma excelente escolha em sua vida.

Entretanto, perceba que isso não quer dizer que devemos “nos atirar” sem analisar, estudar e planejar! Se seu objetivo é ter um negócio próprio, crie o seu plano de negócios e avalie a viabilidade. Se seu objetivo é investir maior parte de sua renda e tornar isso uma profissão, estude, trace um plano de investimentos levando em consideração quanto você poderá investir, riscos que pode correr e quanto espera conseguir como retorno financeiro.

Se você leu direitinho cada um dos artigos anteriores em que comentamos sobre os grupos de ativos, deve ter visto alguns exercícios que pode fazer a fim de não somente conhecer cada um deles um pouco melhor, mas também para tentar descobrir com quais deles melhor se relaciona.

Ok, e após escolher um grupo de ativos, o que fazer?

Bem, para aqueles que decidirem por seu próprio negócio, podem rever o curso Como ganhar dinheiro na Internet e encontrar oportunidades de negócios online. Algumas pessoas têm nos pedido que falemos mais sobre oportunidades na web, então podem se preparar para termos uma mega atualização naquele curso em breve!

Já para aqueles que decidirem por investimentos bancários, podem rever o curso Manual do Investidor onde há muita informação introdutória sobre vários tipos de ativos de papel. De forma similar, pretendemos atualizar o mesmo tão breve quanto for possível.

Já quanto aos outros dois tipos de ativos, infelizmente, no momento, não são foco aqui no Clube do Dinheiro, mas isso pode mudar em 2011. 😉

E então, pronto para mais este passo rumo à sua independência financeira? 🙂

[Este artigo faz parte de uma série de artigos que compõe o curso Educação Financeira]

Quer receber nossos artigos em seu e-mail e "de quebra" baixar nossos e-books "Manual do Investidor" e "Como Ficar Rico - dicas, dúvidas e comentários"?

E-mail:

2 comments

  1. Luciana says:

    Muito interessante o post e curso em si. É muito importante que as pessoas tenham uma educação financeira e aprendam a importância do planejamento e do investimento.

  2. admin says:

    Olá Luciana, fico feliz que tenha gostado de nosso curso.

    Peço desculpas pelo atraso na publicação de seu comentário, mas é por uma boa causa, já que estamos priorizando a elaboração de novos conteúdos para o blog, ok?

    Um abraço e até beve!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *