Ganhar dinheiro online – oportunidades e ameaças

Quem já tentou ganhar algum dinheiro online já deve ter experimentado aquela sensação de impotência diante de tantos caminhos a percorrer – e não saber qual deles o levará ao “pote de ouro”. Sim, eu sei, já estive lá. E cheguei ou quase cheguei ou tropecei várias vezes. Hoje, com um pouco mais de maturidade – e olhando tudo mais friamente – compreendo melhor por que o famoso “ganhar dinheiro na Internet” parece tão instável, principalmente para quem está começando agora.

Entenda que a Internet, assim como o “mundo fora dela” (outrora conhecido como mundo real), é regido por um modelo econômico. Assim, princípios como “lei da oferta e da procura”, “4 P’s do marketing” (expressos na Internet até mesmo como 8 P’s) e tantos outros também valem para as terras digitais. Entretanto, muitos dos que tentam ganhar dinheiro na mesma desconhecem tudo isso – e é por isso que tantos falham. Pior: muitos dos que vendem livros, cursos e ferramentas para “ganhar dinheiro na internet de forma garantida” também desconhecem – e acabam induzindo outros a também falharem.

Outro ponto importante, que poderia já ser considerado incluso no anterior, é a mutabilidade que há na Internet: fora dela, as coisas também mudam o tempo todo, entretanto como a base da Internet são as tecnologias de informação e comunicação e a evolução das formas de comunicação interpessoais, a velocidade com que mudanças acontecem nas conexões digitais é muito, muito maior.

Em resumo: se você comprou um livro digital a respeito de Marketing Digital há três ou quatro anos atrás, muito provavelmente 70% dele já está defasado – exceto, claro, se o autor concentrou-se em discutir as bases do Marketing e princípios aplicáveis ao Marketing Digital, aí talvez tenha um tempo de vida um pouco maior. E não podemos culpar os autores daqueles livros – como disse, as coisas por aqui (refiro-me à Internet) mudam muito rapidamente e quem estiver disposto a enveredar por essas terras precisa conscientizar-se disso.

Bem, mas eu chamei este artigo de “Ganhar dinheiro online – oportunidades e ameaças”, não é mesmo? Então agora irei apresentar um pouco do que aprendi nos últimos anos e quais as oportunidades e ameaças ocultas em cada uma delas.

Ganhar dinheiro “sem vender”

Lembro-me, quando comecei a “blogar” com o intuito de ganhar dinheiro que muitos diziam que você poderia ganhar dinheiro com blogs sem precisar “vender” produtos de terceiros. Na época, era muito simples: você criava um blog em algum nicho de seu interesse, começava a escrever bastante para o mesmo (até mesmo diariamente, se necessário) e configurava uma conta no Google Adsense. E isso realmente funcionava!

Entretanto, devido à simplicidade de tal “modelo de negócio”, uma enxurrada de pessoas começou a imitar o processo. Blogs e websites com conteúdos fracos começaram a aparecer aos montes – o que significa que a luta para conseguir visitantes na web era cada vez mais difícil, devido à oferta de lugares para expor anúncios os preços das publicidades caíram e mudanças nos motores de busca terminarem por inviabilizar tal “modelo de negócio”.

Coloco o termo modelo de negócio entre aspas pois, analisando com mais calma, podemos perceber que se tratava de uma forma de ganhar dinheiro dependente de muitas variáveis externas que eram pouco controláveis e para as quais muitos empreendedores não se preparavam, então quando mudanças aconteceram, muitos blogs e websites foram abandonados. Eu mesmo já tive que apagar alguns de meus projetos de websites e blogs do ar (e nos próximos três meses pretendo encerrar mais dois ou três outros websites, depois comento sobre isso aqui) e tenho visto vários blogs sobre alguns temas (inclusive blogs sobre ganhar dinheiro online) simplesmente abandonados.

E como fugir de tal ameaça e encontrar uma real oportunidade? Em primeiro lugar, conscientize-se que essa história de “ganhar dinheiro sem vender” está cada vez mais morta. Não quer dizer que você precisará bater de porta em porta para vender tupplewares, mas se você está escrevendo um conteúdo para um website ou blog de nicho e pretende lucrar por meio de anúncios ou produtos de afiliados, você precisa saber escrever um conteúdo informativo mas ao mesmo tempo positivo para as vendas, que ajude o seu leitor a decidir a melhor opção para ele.

Blogs dão muito dinheiro

Se blogs dessem muito dinheiro, eu estaria escrevendo agora de uma praia paradisíaca, curtindo uma água de coco. E não… São quase cinco da madrugada e estou em meu home office escrevendo este artigo, pois sou obcecado por escrever e já estava na hora de falar um pouco mais sobre minhas conclusões mais recentes no assunto. 🙂

O Clube do Dinheiro possui, neste momento, cerca de 750 artigos no total, incluindo aqui os textos já agendados que serão publicados nas próximas semanas. E apesar disso, devido à disputa cada vez mais acirrada por visibilidade na web, o faturamento está bem baixo – para um blog que já alcançou a média de 50 a 70 mil visitas mensais, estar abaixo de 20 mil é bastante deprimente.

Então, se você encontrou alguma página na Internet dizendo que vai lhe ensinar como ganhar R$ 10.000,00 por mês trabalhando somente 15 minutos por dia em seu blog… Corra para bem longe! Provavelmente aquela página está vendendo algum infoproduto (PDF ou curso em vídeo) produzido em 2008 ou 2009, numa época em que você podia criar um website com somente cinco ou sete páginas e spammear um monte de websites com textos aleatórios para conseguir backlinks e aparecer nos motores de busca. Como sei disso? Errr… Vamos continuar com o nosso texto!

“Então não é mais possível ganhar dinheiro com blogs?” Claro que é possível ganhar dinheiro ainda com blogs, só não espere a mesma facilidade com que se poderia ganhar há 6 ou 8 anos atrás.

Muita informação de graça

Quem está começando hoje tem a seu favor uma vasta quantidade de conteúdo já produzido por terceiros ensinando os primeiros passos a serem executados para ganhar dinheiro online. O problema é que uma grande parte desse conteúdo foi elaborado há mais de quatro anos e precisa ser completamente revisada!

Quando eu encontro um e-book com conteúdo defasado, logo percebo que aquela informação não reflete o que vemos pela web hoje e dou um monte de risadas sobre isso. O problema é que quem está começando pode não conseguir identificar isso e cair no erro de seguir tais passos.

Quer ver um exemplo só? Article Marketing! Até algum tempo atrás, a prática de distribuir textos em diretórios de artigos era muito empregada com o intuito de conseguir mais backlinks para o seu website. Até o dia em que os motores de busca reduziram consideravelmente os rankings dos diretórios de artigos e penalizaram os websites com links provenientes daqueles. Aí foi um “Deus nos acuda”, um desespero generalizado na Internet sobre quais as “melhores técnicas” para conseguir bons rankings nos motores de busca etc.

A experiência acumulada ao longo do tempo (meus blogs Nutrição em Foco e Giga Mundo começaram em 2008) aponta-me que o melhor a ser feito pelo seu website/blog é:

  • Escreva conteúdo incrível – fácil de entender, que responda todas as dúvidas de seu visitante, ilustrado com imagens e vídeos se necessário;
  • O título, descrição e primeiro parágrafo desempenham fundamental para garantir que o visitante irá realmente ler o seu texto, então máxima atenção com eles;
  • A estrutura interna de sua página deve ajudar o visitante a encontrar mais conteúdo relevante para ele;
  • E se você está tentando vender um produto, esqueça as cartas de vendas quilométricas e foque em algo que explique ao potencial consumidor como o seu produto o ajudará e porque ele é a melhor escolha.

Você não precisa ser especialista para falar sobre algo

Realmente, você não precisa obrigatoriamente ser especialista para ter um website ou blog em qualquer nicho, entretanto para se destacar hoje você precisa ter um conteúdo de qualidade e atualizado, sem contar com publicações de novos textos ou vídeos constantemente. Você acha que isso é fácil quando você não gosta do tema?

Vou dar um exemplo: decoração para casamento! Esse foi um dos nichos que eu “ataquei” alguns anos atrás. Foi simples: usando algumas ferramentas para análise de palavras-chave e filtragem manual, avaliei vários nichos com potencial para bons ganhos via Google Adsense e acabei optando pelo nicho de decoração para casamento. E realmente não foi muito difícil ficar entre os primeiros resultados para esta palavra-chave e algumas outras, mas na medida em que motores de busca sofriam algumas alterações e a competição dentro daquele nicho ia aumentando, eu precisava produzir mais conteúdo e dedicar mais tempo e atenção àquele website. Mas eu não era especialista nessa área e não estava muito interessado em tornar-me um! Resumo da ópera: desisti do nicho e abandonei o domínio, mas para não “jogar fora o conteúdo”, eu o publiquei em um subdomínio do Giga Mundo ( http://casamentos.gigamundo.com ).

Então, apesar de que há algum tempo atrás você não precisaria ser especialista em um tema para se dar bem, hoje eu não apostaria muitas fichas em um nicho que eu não tenha muito conhecimento ou ao menos um interesse realmente genuíno e vontade de conhecer mais!

Então, resumindo…

Se você quer ganhar dinheiro online e aproveitar as oportunidades (elas estão por aí, cace-as!):

  • Escolha um nicho rentável em que tenha grande conhecimento ou que deseje aprender. Não há nenhum? Escolha um com que tenha afinidade e crie o compromisso de estudá-lo diariamente!
  • Entenda como espera ganhar dinheiro e aprenda a “vender” com esse intuito. Se vai expor livros da Amazon em seu website e espera ganhar comissões, por exemplo, entenda que as resenhas e comparações entre livros que você fizer desempenharão papel vital para que você ganhe mais ou menos comissões. Não é uma questão somente de quantidade de conteúdo, mas de qualidade e foco!
  • Filtre bem o que você lê por aí… Toda vez que encontra alguém citando uma “regra de ouro”, desconfie e veja em outros websites se “aquele troço” realmente funciona;
  • Você precisa saber vender, mas não precisa “se vender”. Isto é, não é por que você precisa escrever um conteúdo que ajuda seu visitante a encontrar o produto certo para ele que você vai tentar “empurrar” qualquer produto. Veja que eu mesmo, aqui no Clube do Dinheiro, para recomendar pessoalmente alguma coisa só o faço após uma boa análise e experimentação. Não vale a pena “queimar seu filme” por duas ou três comissões a mais!

Atenção: Se gostou deste artigo, tenho uma novidade para você! Acabo de publicar o e-book Como ficar rico – dicas, dúvidas e comentários, que reúne uma versão atualizada de 23 dicas e 19 respostas a dúvidas e comentários. São 48 páginas de boa informação para quem deseja melhorar sua vida financeira! Para ter acesso gratuito ao e-book, basta informar seu e-mail na caixa abaixo, assim receberá por e-mail todas as nossas atualizações bem como este e-book e vários outros!

Quer receber nossos artigos em seu e-mail e "de quebra" baixar nossos e-books "Manual do Investidor" e "Como Ficar Rico - dicas, dúvidas e comentários"?

E-mail:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *