Franchising

Sem bem-vindos a mais um artigo do Clube do Dinheiro, desta vez retomando a discussão em torno das franquias. Muitos aqui talvez já tenham ouvido falar em franchising e até participaram de algumas feiras e exposições, conheceram boas opções, mas no fim ficaram com medo, afinal de contas, como saber se está adquirindo direitos sobre uma franquia barata e que realmente será um sucesso?

Já falamos anteriormente a respeito de franquias (e incluirei alguns links ao final do artigo), mas decidi retomar o tema pois, após analisar um banco de expressões-chave que estou montando (comentei isso em um dos meus últimos artigos e, detalhe, ainda não está pronto… eu realmente tenho que implementar uma ferramenta para fazer isso por mim!) onde percebi que a procura é grande e ainda não estamos atendendo completamente (há procura inclusive por informações sobre franquias específicas, mas falamos disso outra hora). Assim, hoje estaremos falando mais uma vez sobre franquias.

Mas o que é franchising?

Uma franquia (franchising, no termo original) nada mais é que um contrato entre duas partes (franqueador e franqueado) que permite ao segundo direito de uso de marca, processos e outras informações do primeiro. Então, quando um franqueador vende os direitos de franquia a um franqueado está permitindo que este use sua marca, plano de negócios, etc.

E isso pode ser vantajoso para ambos. Para o franqueador, é uma forma de expandir seu negócio e faturar mais sem precisar de grande capital, afinal esta será uma das tarefas do franqueado. Já para o franqueado, será a aquisição de uma marca com reputação no mercado bem como um modelo de negócio “formatado para o sucesso”. Entretanto, vale lembrar que não é por que um modelo de negócio está gerando muito dinheiro em mãos de outros franqueados que isso também ocorrerá com você, futuro franqueado, para que isso ocorra, é importante que você esteja bem atento às orientações do franqueador e, claro, faça seu dever de casa, analisando se aquela é realmente uma boa oportunidade e se aquilo que o franqueador apresenta é realmente verídico e realista!

Tipos de franchising

Segundo a Wikipédia, há três tipos de franquia:

  • Franquia de distribuição – aqui, o franqueado comercializa um determinado conjunto de produtos fabricados pelo franqueador, sob a marca deste;
  • Franquia de serviços – aqui, o franqueado adquire o direito de prestar um determinado tipo de serviço, também utilizando-se da marca franqueadora;
  • Franquia de indústria – aqui, o franqueado adquire o direito de fabricar e comercializar os produtos da marca franqueadora.

Não é difícil encontrar exemplos de cada um desses tipos de franquia aqui mesmo, no Brasil. E, claro, cabe ao franqueador definir qual o melhor tipo de franquia para a venda de licenças de franquia, e cabe ao franqueado escolher o tipo que mais se adéqua ao seu perfil e que melhor atende ao público-alvo do local em que ele pretende instalar sua franquia – claro, se você sabe que o público que você pretende atender é muito exigente e requer algo além do que uma determinada marca geralmente oferece, adquirir somente direitos de comercialização de seus produtos pode representar um grande obstáculo para o seu crescimento, principalmente se o franqueador não permitir muitas customizações no processo de atendimento, marketing, etc.

E falando em Marketing…

Estava lendo um blog sobre franquias agora há pouco (claro, é sempre bom atualizar-se) e vendo um pouco sobre o dilema do Marketing. Quero dizer, geralmente a própria franqueadora oferece um Plano de Marketing ao franqueado, orientando-o como executar o mesmo, ou mesmo ela própria é responsável pela centralização das ações de marketing, como ocorre com grandes marcas (leia-se aí Bob’s, McDonald’s, etc.).

Mas estamos vivendo “tempos diferentes”, em que há uma importância cada vez maior ao marketing digital bem como ao marketing local, isto é, focado na audiência de uma região. E então, o que fazer, delegar o planejamento e execução do marketing ao franqueado ou ser controlada pela franqueadora? Bem, vai depender de vários parâmetros, mas o que uma franqueadora jamais pode esquecer é que faz parte do marketing a preocupação com a reputação em torno da marca e se um franqueado comete uma bobagem (seja na parte operacional ou no atendimento ao cliente), essa bobagem pode repercutir negativamente sobre toda a marca!

E para você, franqueado, é importante saber como a franqueadora em questão lida com a parte de planejamento e execução de marketing – é interessante que ela seja responsável por parte dela, mas é importante também que a mesma lhe permita certas ações de marketing, como controle de mídias sociais, atendimento às reclamações dos clientes online, etc. Assim, você pode realizar seu trabalho da melhor forma possível.

Links para ler sobre franquias

Aqui mesmo, em nosso blog, já apresentamos vários artigos interessantes sobre franquias baratas que podem apresentar grande rentabilidade, bem como artigos para entenderem como funciona uma franquia:

Franquias podem ser negócios lucrativos?

Franquias baratas para quem está começando

Algumas franquias de sucesso

As melhores franquias no Brasil

E isso para citar somente alguns dos nossos artigos! Se acessar a tag franquias, verá a listagem de todos os artigos publicados sobre o assunto, mostrando primeiro o mais recente. E se houver algum tema relacionado a franquia que ainda não foi publicado aqui, por favor, avise-nos, pois estamos muito interessados em falar mais sobre o tema aqui, ok?

E livros para ler?

Bem, ainda não comprei nenhum livro focado em franquias. Um livro cuja proposta parece interessante é o “Franchising – Uma Estratégia para a Expansão de Negócios”, da Editora Premier, mas como disse, ainda não o li. Porém fica aqui a dica: pesquise por este e outros, compare reviews e escolha o melhor – e não se esqueça de me dizer aqui qual livro escolheu e por quê. 🙂

Enfim, franchising é um negócio que tem dado bastante certo no Brasil, oferecendo a quem está começando a chance de começar um negócio “sob as asas” de uma empresa maior. Se está pensando em começar um negócio próprio, não deixe de analisar a opção de franchising, ok?

Quer receber nossos artigos em seu e-mail e "de quebra" baixar nossos e-books "Manual do Investidor" e "Como Ficar Rico - dicas, dúvidas e comentários"?

E-mail:

One comment

  1. Newton says:

    Olá caro amigo, comecei este ano com um capital que consegui juntar durante o último ano e estou estudando alternativas de investimentos. E uma delas é justamente o franchising. Estou aproveitando uma viagem a trabalho a São Paulo para conhecer a mais nova franquia de curso, a McTech. É uma empresa jovem, pois começou em 2012 mais sob a tutela do empresário Eloy Tuffi da Microcamp. O foco é treinamento nos produtos da Apple e curso de inglês. Depois de fazer a visita te envio meus comentários por email.
    Abraços,
    Newton

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *