E-commerce: ganhe dinheiro vendendo na Internet

Aprender como ganhar dinheiro na Internet é o seu objetivo? Então você deve estar atento a um princípio básico: o dinheiro entra no negócio por meio de alguma venda de produto ou prestação de serviço. Neste processo, são perceptíveis três papéis: o vendedor, o consumidor e, possivelmente, o intermediador, aquele que ajuda o vendedor a chegar ao consumidor. Hoje vamos falar sobre o e-commerce, uma forma de ganhar dinheiro em que você assume o papel de vendedor.

Antes de continuarmos, eu espero que você tenha estudado e compreendido os artigos anteriores, principalmente os quatro primeiros artigos, pois eles são a base para o bom funcionamento de qualquer negócio! Se não tiver lido, volte até a página principal do curso agora mesmo e estude-os!

Bem, agora, nós podemos começar realmente. Vamos falar sobre e-commerce.

O que é e-commerce?

E-commerce é a abreviação de electronic commerce, representando toda forma de comércio eletrônico, geralmente ocorrida por meio da Internet, sem o contato físico entre consumidor e empresa vendedora.

Com o passar dos anos, os consumidores estão cada vez mais confiantes em comprar pela Internet na medida em que as empresas encarregadas de vendas e distribuição investem em segurança online.

Façamos alguma análise e responda: temos bilhões de consumidores na Internet, movimentando números na casa de trilhões em suas compras anualmente, por que essa não pode ser também a sua oportunidade?

Muitas empresas (e até mesmo pessoas físicas) no Brasil e no mundo estão faturando alto todos os anos. Se você se interessou por essa ideia, talvez esteja na hora de experimentá-la.. Quer um exemplo?

A empresa Americanas conseguiu aumentar e muito o seu faturamento (suas ações subiram muito nos últimos anos) com a expansão de seu negócio de vendas pela web.

A americana Amazon apresenta-se muito forte no mercado de e-commerce – a nível não somente nacional como a nível mundial.

No Brasil e em Portugal, muitos blogueiros e administradores de comunidades começaram algum tipo de e-commerce e estão colhendo os frutos.

E então, precisamos dizer mais? 😉

E-commerce: o que preciso saber?

Você já decidiu iniciar o seu e-commerce? Parabéns! Agora, vamos aos negócios, ou melhor, ao seu negócio! 😉

Comece por buscar a informação certa: com os conhecimentos adequados, você fará o seu empreendimento decolar!

Um primeiro bom passo é aprender técnicas de vendas e marketing. Já que você vai atuar diretamente com vendas de produtos ou serviços, nada melhor que compreender bem o que fazer (e, principalmente, o que não fazer!).

A seguir, você deveria compreender que, por atuar com algum tipo de negócio na web, deve estudar como destacar-se nesta. Em outras palavras, dê-se uma chance de verdade e aprofunde-se em conhecer como funcionam os negócios na web, bem como o Internet marketing. Aqui, conceitos como SEO (Search Engine Optimization) e SEM (Search Engine Marketing) são muito bem-vindos (na verdade, obrigatórios!).

Aproveitando o embalo, aprofunde-se em como o e-commerce funciona. Uma excelente fonte é o site E-Commerce.org, onde você pode encontrar muitos artigos e outros recursos sobre o assunto. Há, inclusive, um e-book gratuito sobre e-commerce lá. 🙂

Ah, e não se esqueça, obviamente, de aprender sobre o negócio em que deseja atuar – como vender um produto se você não o conhece ou não compreende o público-alvo?

E-commerce: as ferramentas certas para conseguir o lucro certo

Para começar o seu próprio negócio de e-commerce, você precisa ter um site de e-commerce operacional e muito bem divulgado. E para ter tal site, você precisará de alguns “ingredientes”.

Um bom nome de domínio é um excelente passo aqui. O nosso nome de domínio, por exemplo, é www.clube-do-dinheiro.com. Procure um que melhor se encaixa em sua atividade (eu falo sobre dinheiro e queria transmitir a ideia de um clube, de um lugar onde se pode discutir sobre um assunto, foi assim que, então, procurei e registrei o meu domínio). Em outro momento, volto aqui e publico links de sites onde você pode comprar o seu próprio domínio, por agora, vamos continuar.

Tendo um bom domínio, precisa agora de um bom serviço de hospedagem, o local onde você armazenará todos os arquivos e páginas de seu site. Há várias excelentes opções pagas com preços bastante baixos e até mesmo algumas opções gratuitas. Podemos indicar-lhe os serviços da DreamHost que, por meio de uma parceria entre a DreamHost e Giga Mundo, por oferecer-lhe um excelente serviço de hospedagem (com inúmeras vantagens) com um desconto de cinquenta dólares. Nós usamos os serviços da DreamHost e estamos muito satisfeitos. 🙂

Agora, vamos pensar com calma: tendo domínio e hospedagem, o que falta para que possamos nosso plano em prática? Claro, o sistema de e-commerce! Há diversas opções de sistemas de e-commerce, desde aquelas gratuitas às que possuem preços um pouco salgados. Se você assinou o serviço de hospedagem da DreamHost por meio da nossa parceria (aos que não lembram, o Giga Mundo também é nosso 😉 ), você tem à sua disposição a instalação de forma totalmente descomplicada de um sistema de e-commerce gratuito, o ZenCart. A opção se torna muito interessante pelo simples fato de oferecer-lhe uma instalação totalmente fácil do sistema.

Pronto! Com domínio, hospedagem e sistema no ar, agora sim você está pronto para começar a atuar no ramo de e-commerce!

Vale lembrar que como uma empresa de e-commerce você deverá cuidar do atendimento ao cliente, controle de estoque, recebimento envio de pedidos, etc. Claro, você pode ter um negócio de e-commerce bem simplificado, com poucos produtos, mas na medida em que o negócio crescer, você precisará melhorar sua infra-estrutura. O que acontece se você quer atuar no e-commerce mas não possui condições de manter tudo o que é necessário para ser uma grande empresa do ramo?

Vendendo para uma empresa de e-commerce

Uma outra opção que muitas pessoas têm adotado como bastante interessante e viável é tornar-se afiliado ou vendedor de alguma outra grande empresa de e-commerce (como o eBay, Amazon, Submarino ou MercadoLivre), criar um site semelhante ao de uma loja ou que possua forte apelo junto aos visitantes e direcionar os potenciais consumidores para o site de e-commerce. Ganha a empresa que efetuou a venda, ganha o cliente que encontrou o que queria pelo preço justo e ganha você, que recebe comissões por intermediar o processo.

Alguns conseguem transformar blogs nas plataformas WordPress e Blogger em verdadeiras vitrines para lojas de e-commerce, permitindo assim a exibição de produtos. Há, inclusive, plugins apropriados para isso (em outro melhor momento, iremos apresentar algumas opções aqui).

Bem, não importa se você é o dono do sistema ou participa como um comissionado por vendas, as oportunidades são muitas e você só não as aproveitar se não experimentar.

Procure aqui mesmo pelo blog e você poderá encontrar várias outras dicas ou até mesmo empresas com quem você pode começar a atuar!

Em nosso próximo passo, falaremos sobre as oportunidades que a EaD (educação à distância) vem trazendo, um assunto pelo qual muito me interesso também mas, por agora, cuide de seu e-commerce e comece a ganhar dinheiro vendendo na Internet! 😉

[Este artigo faz parte de uma série de artigos que compõe o minicurso Como Ganhar Dinheiro na Internet]

Quer receber nossos artigos em seu e-mail e "de quebra" baixar nossos e-books "Manual do Investidor" e "Como Ficar Rico - dicas, dúvidas e comentários"?

E-mail:

5 comments

  1. conradocarvalho says:

    Amigo,confesso que ao entrar no seu dominio já estava com a ideia de ser um intermediador de empresas especializadas de e-commerce,mas ao invés de divulgar através de blogs como você mesmo disse que alguns fazem,eu queria construir um website que também orientassem as pessoas a respeito de turismo da minha cidade que tem tudo a ver com os produtos que serão divulgados,sendo assim penso na parceria com algumas destas empresas que também atendem as minhas necessidades.Pelo fato de trabalhar com seus produtos,acredito que seja já um grande passo,já estou estudando as linguagens de programação necessárias e logo vou colocar em prática o meu rascunho,primeiramente no papel é claro!Por favor se tiver alguma sugestão para me dar sobre essa idéia fico feliz por receber,desde já agradeço e também pelo seu artigo,muito bom trabalho!

  2. Manoel da internet says:

    Parabéns pelo artigo
    Essas são ótimas!!!

  3. admin says:

    Olá amigos! Vou agora tentar responder cada um de vocês, ok?

    @Conrado Carvalho:

    Olá Conrado, deixe-me ver se eu entendi… O seu interesse não seria na construção de um e-commerce, mas sim na criação de um website capaz de trazer informação relevante ao visitante, mas também apresentar produtos de lojas virtuais, de onde proveria o seu faturamento, correto?

    A ideia me parece ser muito boa, sim, e é válida! Já vi inclusive sites criados como lojas virtuais, mas que na verdade somente redirecionam o visitante parasites de grandes lojas virtuais, como Amazon, Americanas.com e Submarino. Sua ideia vai “um passo além”, pois além de servir como um meio de encontrar um produto, trará também informação útil ao leitor que poderá ajudá-lo em uma determinada ação (no seu caso, o turismo).

    Agora, quanto a estudar uma linguagem de programação para o desenvolvimento de seu website, depende muito mesmo de como você quer que o mesmo funcione: com a grande diversidade e consolidação de open source CMS, você pode encontrar facilmente um que, com alguns plugins ou algumas adaptações, seja suficiente para suas necessidades (exigindo-lhe assim menos trabalho). Eu, por exemplo, adoto a plataforma WordPress não somente para blogs, mas também para diretórios de artigos (infelizmente, os mesmos ainda não estão abertos ao público) e sites focados em conteúdo. Pense bem no que você realmente precisa, focando no que é realmente importante, ok?

    Outra coisa: pretendo lançar em janeiro um ebook gratuito de 25 páginas contendo um guia simples de ser seguido por quem deseja começar a criar o seu negócio. É só esperar! Obs: Claro que 25 páginas não serão suficientes para abranger todo o assunto do jeito que merece, de tal forma que assim que ele for lançado estarei trabalhando em uma versão do mesmo contendo o máximo possível nos mínimos detalhes, então você já poderá avaliar o que vem por aí a partir do primeiro ebook. 😉

    @Manoel da Internet:
    Fico feliz que tenha gostado de nosso artigo, e seja bem-vindo.

  4. Sandra says:

    Olá!
    Estou fazendo o curso e estou gostando, não apenas para somar meus conhecimentos, e sim uma grande motivação.
    preciso saber, qual foi a parte do curso mais “complexa” de escrever?

    no aguardo,
    obrigada.

  5. admin says:

    Olá Sandra, tudo bem? Acredito que a parte mais complexa foi a parte sobre plano de negócios, pois ela exige muitas informações – e exigirá mais ainda da pessoa que desejar elaborar um plano de negócios!

    Um abraço e sucesso!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *