Dólar em alta! O que fazer?