Comprar a casa própria é um bom negócio?

Quantas pessoas não têm o sonho de ter sua própria casa? Entre o sonho e a realidade, encontram-se várias centenas de milhares de reais necessários para a aquisição e se você quer mesmo realizar este sonho precisa colocar as contas no papel e responder à pergunta: comprar a casa própria é um bom negócio? Resposta curta: atualmente e do ponto de vista financeiro, não. Bem, mas vamos detalhar para explicar quais são os problemas e como você pode contorná-los.

Comprar casa própria é um bom negócio?

Quando você adquire um imóvel, você precisará investir no mesmo uma grande quantidade de dinheiro que ficará imobilizada, isto é, que você não poderá usar para trabalhar por você em outras coisas. E considerando-se o valor total de uma casa, valor das prestações e o valor da mensalidade de um aluguel, percebe-se que um aluguel pode ser uma solução melhor do ponto de vista financeiro.

Tomemos como exemplo uma casa simples no valor de R$ 150.000,00. A mensalidade do aluguel girará em torno de R$ 500,00, que corresponde a 0,33% do valor, muito abaixo do que esse valor renderia em qualquer opção de investimento em renda fixa. Uma opção que renda, por exemplo, 0,8% a.m. estará gerando cerca de R$ 1.200,00, isto é, pagará o valor do aluguel e ainda sobrará R$ 700,00.

E todos falarão aqui que a casa tende a se valorizar. Sim, mas há custos de manutenção envolvidos na mesma que irão “devorar” uma parte do rendimento. Outra coisa a se considerar é que a valorização só realmente importa se você vendê-la em algum momento futuro e estamos considerando aqui a aquisição de um imóvel com o foco exclusivo na moradia.

MAS há uma boa razão para se adquirir uma casa: conforto, poder usá-la da forma que melhor lhe convier sem se preocupar com o caso do proprietário desejá-la de volta. Por exemplo, se a casa é realmente sua, você pode comprar móveis planejados que ficarão perfeitos nela, aproveitando ao máximo o seu espaço e criando um ambiente incrível para a sua família – mas poucos teriam coragem de fazer isso em uma casa alugada…

Então se você não abre mão do conforto, de ter a sua própria casa, o melhor a fazer é economizar e investir tanto dinheiro quanto puder visando médio ou longo prazo para a aquisição da mesma. Quanto dinheiro? Alguns falam em 20% (que é o mínimo exigido hoje pela Caixa para um financiamento), outros falam em 30% ou até 50%. Eu diria que, se possível, todo o valor, afinal de contas, quanto mais dinheiro você tiver investido mais rapidamente ele crescerá, diferente de quando você mantém um alto montante financiado, em que correrão juros e mais juros ao longo do ano.

Em uma simulação com 20% de entrada e financiando os outros 80% ao longo de 30 anos com juros de 10,5% a.a., quando terminar de pagar todas as prestações nessas você terá gasto o equivalente a quase quatro vezes o valor do imóvel! Porém quanto menor for o valor financiado, menor será o juro acumulado, então se você puder juntar 100% (ou quase) do valor da casa, você gastará bem menos. E o que fazer enquanto isso? Ué, alugue, afinal de contas é uma opção financeiramente mais em conta. Ou more na casa de algum parente, vai que cola?

Quer receber nossos artigos em seu e-mail e "de quebra" baixar nossos e-books "Manual do Investidor" e "Como Ficar Rico - dicas, dúvidas e comentários"?

E-mail:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *