Como testar o seu perfil de empreendedor

Hoje li um artigo muito bom do blog Dinheirama, trata-se de A única maneira de testar o seu perfil de empreendedor, cuja leitura indico desde já a todos os interessados. Resumidamente, o artigo discute a ineficácia de vários dos “testes de perfil de empreendedor” que há na Internet, muitos deles baseados em questionários.

É impossível determinar se você pode ser um bom empreendedor simplesmente pelas respostas que dá a perguntas de um questionário por vários motivos:

  • As respostas podem ser “forçadas”, quero dizer, você sabe que para “parecer um empreendedor” deveria dizer determinada resposta em vez de outra, que se trata do que você faria naquela situação, e sente-se quase que forçado a responder de tal forma;
  • Um questionário não expõe a situação real de um empreendimento: incertezas, paixões, a frustração de não ver os resultados ou a euforia de alcançar determinados objetivos. Um questionário não pode transmitir-lhe isso – um empreendimento, sim.

Avaliar o mercado, delimitar público-alvo, analisar suas necessidades, elaborar plano de negócios, projetar um produto, desenvolvê-lo, elaborar um plano de marketing, contratar mão-de-obra, vender, analisar resultados, ajustar objetivos, métricas e processos, enfim, há um mundo de coisas que você precisará fazer em seu empreendimento (algumas intuitivamente, outras a partir de muito estudo e experiência) que não estará ali, exposto em um questionário.

Você pode estar se perguntando: e se eu não quiser correr riscos, não há como eu avaliar meu potencial como empreendedor? Há possíveis formas, sim, mas cada uma delas possui vantagens e desvantagens.

A primeira e melhor forma em minha opinião é por meio de um empreendimento menor, um “micro empreendimento”, que exija pouco investimento, pouco tempo de dedicação diária ou semanalmente e que você posa aplicar os conceitos e práticas que aprender. Se você sentir que não está aprendendo de verdade, é provável que não haja um empreendimento sólido o suficiente para auto-avaliar-se.

Se você gostou da ideia e quer desenvolver um primeiro empreendimento, deveria considerar a hipótese de lançar um empreendimento na web: há vários empreendimentos de sucesso nesta terra virtual e ainda há espaço para muitos outros.

A segunda forma de avaliar é por meio dos famosos jogos de empresas. Um jogo de empresas é uma simulação de administração de uma empresa de um determinado ramo que permite aos seus participantes avaliarem conceitos e práticas em um ambiente similar ao do mercado do respectivo nicho.

A principal vantagem dos jogos de empresas é que, quando orientados por pessoas experientes e com uma boa didática, você não somente poderá avaliar o seu perfil como empreendedor como poderá aprender muitas coisas úteis para pôr em prática. A desvantagem, claro, é que não é real, logo nem sempre todas as situações existentes no mercado poderão ocorrer no jogo.

Seja jogando, seja pondo em prática, uma coisa é certa: é necessário vivenciar de alguma forma a experiência de empreender para que possa saber se você possui um perfil de empreendedor de sucesso. Aliás, se me perguntarem, direi que acredito que qualquer pessoa possa desenvolver tal perfil, desde que esteja disposto a aprender, a por em prática e a abandonar sua zona de conforto.

E você, caro amigo leitor, o que pensa a respeito dos famosos testes para descobrir o perfil de empreendedor?

Quer receber nossos artigos em seu e-mail e "de quebra" baixar nossos e-books "Manual do Investidor" e "Como Ficar Rico - dicas, dúvidas e comentários"?

E-mail:

One comment

  1. admin says:

    Olá Bruno, tudo bem? Fico feliz com a sua visita ao nosso blog e até um pouco envergonhado pela demora em responder-lhe (dois meses!).

    Quanto ao teste de perfil de empreendedor, também acredito que a melhor forma de saber se é um bom empreendedor é empreendendo, aprendendo, e isso infelizmente é uma coisa que poucos podem fazer – escolas não incentivam, universidades não incentivam (poucos são os cursos universitários que realmente põem em prática isso), enfim, muitos preferem somente vender a ideia do “produto enlatado”, que comprando um livro ou dois e respondendo um teste saberá se poderá se tornar o próximo Bill Gates ou Donald Trump. E as coisas não funcionam bem assim.

    Um abraço e seja bem vindo!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *