Como escolher um nicho de negócio

Se você está pensando em ter um negócio online, já deve ter percebido, pelo tanto que falamos aqui, que é importante encontrar um nicho rentável e focar no mesmo. E, claro, há vários tipos de negócios que podemos desenvolver na web, “para todos os gostos”, e para delimitar nosso “universo” neste artigo, falaremos sobre como escolher um nicho de negócio para três opções: e-commerce, prestação de serviços e websites informativos.

Como se pode perceber, essas três opções abrangem um leque muito grande de oportunidades para todos e como ainda há a necessidade de cada qual determinar um nicho específico, podemos dizer que há espaço para todo mundo ganhar dinheiro na Internet quando se toma as decisões certas (bem, ainda haverá alguma competição, claro, mas quanto melhor tomar suas decisões, mais forte você estará diante dela!).

E só para garantir que todos estão entendendo do que estamos falando, comecemos por explicar…

O que é um nicho?

Um nicho nada mais é do que um “tema”, um “assunto específico” com que um website, profissional ou loja virtual lida em seu dia-a-dia. Por exemplo, meu blog Obesidade Mórbida lida com o nicho “obesidade” (ou mais especificamente, “obesidade mórbida”) e trata de tal assunto. Já o meu blog Nutrição em Foco lida um nicho bem mais amplo, que é o nicho de “nutrição”, dentro do qual podemos encontrar o nicho de “obesidade”, por exemplo (update: após alguns anos, decidi encerrar o blog Obesidade Mórbida e migrei todo o seu conteúdo para o blog Nutrição em Foco).

Um negócio pode ser desenvolvido em torno de um nicho bem amplo ou bem restrito, dependerá da estratégia adotada. Entretanto, é importante lembrar que se um nicho muito amplo parece bom por aparentemente atender a um público maior, pode ser bem mais difícil competir no mesmo, já que muitos já estão fazendo o mesmo, além de talvez ser mais difícil ou custoso traçar estratégias de marketing para alcançar uma fatia desse público que realmente converta em clientes. Já quando se opta por um nicho mais específico, mais restrito, você poderá ter um público-alvo bem menor (que, se muito pequeno, poderá nem mesmo ser viável financeiramente!), mas poderá convertê-lo melhor, desde que tenha escolhido um nicho realmente adequado!

Segundo alguns autores, os nichos online que mais convertem estão dentro das seguintes áreas:

  • Saúde
    • Problemas de saúde específicos (obesidade, hipertensão arterial, diabetes, etc.);
    • Perda de peso;
    • Medicina alternativa (fitoterapia, acupuntura, etc.).
  • Dinheiro
    • Investimentos;
    • Internet Marketing;
    • Compra e venda de imóveis;
    • Oferta ou gerenciamento de crédito ou débito;
    • Desenvolvimento profissional.
  • Relacionamentos
    • Casamentos e divórcios;
    • Como conquistar uma pessoa;
    • Linguagem corporal ou Como influenciar pessoas.
  • Hobbies e Esportes
    • Artes marciais;
    • Truques e mágicas;
    • Viagens.

Bem, como disse, estas são as áreas que mais convertem com alguns de seus “nichos mais amplos” (que podem ser explorados em busca de nichos mais específicos bastante rentáveis). E agora que já definimos o que queremos dizer por nicho, vamos falar sobre cada um desses nichos dentro de cada um dos tipos de negócios destacados, bem como escolher o seu.

E-commerce

Na área de e-commerce, o modelo mais focado é, geralmente, a construção de lojas virtuais para venda de produtos próprios ou de terceiros, mas também já vi quem criasse uma “pseudo-loja virtual”, isto é, um website que funcionasse de vitrine para que, quando um visitante encontrasse um produto de seu interesse, fosse então redirecionado para a loja virtual onde aquele produto se encontra, ganhando assim a sua comissão. Enfim, neste tipo de negócio o foco é na realização de uma venda, pois esta é a forma de se ganhar dinheiro aqui.

Nesse caso, a definição de um nicho específico pode ajudar a construir uma loja virtual com credibilidade e com “reputação de expert” perante seus potenciais clientes. Pense bem, se você construir uma loja virtual que vende todo tipo de produto, quem serão suas concorrentes diretas? Provavelmente lojas virtuais como Americanas, Submarino, Extra e Compra Fácil, isso para citar somente as nacionais, e como se pode perceber, essa concorrência não será fácil. Em contrapartida, se você opta por atuar em um nicho bastante particular (por exemplo, “óculos de sol”), pode tirar vantagem de seu conhecimento (ou de terceiros, já que você pode contratar alguém para fazer isso) e disponibilizar informações fundamentais para quem deseja escolher um óculo de sol para si ou para dar como presente a alguém. Assim, escolhendo um nicho mais restrito, você pode encontrar um meio de se destacar em relação aos outros vendedores.

E como escolher o nicho em que irá atuar? Bem, se você deseja ter uma loja virtual, é bem provável que já tenha um nicho em mente, mas se não o tem, e como você pretende desenvolver todo o seu negócio de forma online, é importante que você esteja certo de que há busca suficiente por aquele tipo de produto. Você pode conseguir essa informação de diversas formas, sendo a melhor forma gratuita ir até a ferramenta de palavras-chave da Google e realizando pesquisas sobre os tipos de produtos que deseja vender e verificando o número de buscas mensais locais para aquela palavra-chave exata. Assim, você pode ter uma ideia de quão procurado é aquele produto na Internet e assim determinar se vale a pena ou não entrar naquele nicho.

Bem, voltando para o exemplo do nicho “óculos de sol”, vejo que há 12.100 buscas mensais para essa palavra-chave. Mas, claro, não preciso ficar “preso” somente a esta palavra-chave, pois muitas outras também traduzem o mesmo interesse de meu público-alvo, como “óculos de sol ray ban”, que apresenta 1.600 buscas mensais, e “óculos aviador”, com 4.400 buscas mensais. Entretanto, não é só o volume de buscas que deve ser considerado, pois isso não nos diz qual é o nível de competição nesse nicho. Por exemplo, as duas primeiras palavras-chave apresentam alta competição no Adwords segundo aquela ferramenta e a terceira apresenta uma competição média. Se uma palavra com alta competição no Adwords é bom para quem tem sites Adsense focados nela, por outro pode ser um sinal para quem tem uma loja virtual de que a competição para posicionar-se bem para ela será mais acirrada, mas essa não é uma forma muito precisa de mensurar a competitividade. É importante avaliar os resultados de busca, perfil de linkbuilding daqueles resultados e outras coisas mais. Para isso, claro, nós oferecemos nosso serviço de pesquisa de nicho, onde, dado o nicho ou área em que deseja atuar, realizaremos um levantamento das palavras-chave mais relevantes bem como entregaremos uma análise da competição para aqueles termos (e, claro, nosso plano de ação, apontando como você pode proceder para melhor posicionar seu negócio, atualizado no início deste ano).

Após identificado um nicho rentável, bem como palavras-chave com interesse comercial com pouca competição, você estará pronto para proceder da forma como melhor lhe convier em seu plano de ação e marketing! E se você não possui um plano de marketing, nosso plano de ação entregue juntamente com o resultado de nossa pesquisa de nicho pode servir-lhe como base (olhe a propaganda aí, gente! 🙂 ).

Prestação de serviços

Quando falamos sobre prestação de serviços, há inúmeros tipos de serviços que podem ser oferecidos pela Internet, seja totalmente de forma remota ou requerendo reuniões presenciais. Entretanto, podemos agrupar a maioria dos prestadores de serviços em dois grandes grupos: os consultores ou coaches (de negócios, de carreira, etc.) e os freelancers (desenvolvedores de sistemas, designers, escritores, especialistas em marketing, etc.).

E se quando o assunto é e-commerce nós devemos focar em produtos, quando falamos em prestação de serviços o nosso foco deve ser na resolução de um conjunto de problemas específicos de uma entidade, seja ela uma pessoa física ou jurídica.

Se você pretende prestar serviços por meio da web, na hora de decidir o melhor nicho para você, leve em consideração:

  • Sua formação educacional e experiência profissional – o que você sabe fazer?
  • Sua “garantia de serviço” – você é diplomado, credenciado ou pode apresentar casos de sucesso?
  • Seu público-alvo – quem você deseja atender? É um público suficiente para viabilizar seu negócio?

Poderíamos formular muitas outras perguntas, mas acho que, por agora, “menos é mais”, isto é, simplificando ganhamos mais do que complexificando. Trace então uma lista de todas as coisas que você sabe fazer, faz ou já fez ou já conquistou em sua vida (até mesmo “manter um casamento feliz” pode tornar-se um nicho rentável, você sabia?). Outra sugestão é ir até o 43 things e ver quais são os objetivos mais populares compartilhados por lá nos quais você possa, de alguma forma, ajudar aquelas e outras pessoas. 🙂

Com essa lista em mãos, vá até aquela mesma ferramenta da Google que citei anteriormente e verifique o volume de buscas para algumas palavras-chave fortemente relacionadas e você terá uma ideia da busca por aquele nicho. E sim, você precisará avaliar ainda a competição para cada uma delas a fim de identificar se realmente vale a pena ou não, OU encomendar nosso serviço de pesquisa (eta que hoje Christiano está até parecendo novela da rede Globo com publicidade de três em três minutos!).

Lembrando mais uma vez que, enquanto as palavras-chave para o nicho de e-commerce são geralmente ligadas a produtos e “palavras-chave derivadas” (long tail keywords), aqui o nicho bem como as palavras-chave geralmente refletem uma busca por uma solução para resolver um determinado problema! Foque nisso e você com certeza encontrará o nicho certo para você!

Websites informativos

E aqui está um último modelo de negócio que ainda faz bastante sucesso na Internet. Se você quer a minha humilde opinião, alguns anos atrás esse tipo de negócio sozinho era responsável por uma fatia bem maior do que aquela que hoje ele conquista. Entretanto, mesmo com alguma perda de espaço para os tipos anteriores, ainda é bastante popular e pode ajudar a faturar uma boa renda extra, além disso, pode servir de suporte aos outros dois tipos de negócios, tanto para e-commerce (por meio de conteúdo de qualidade que ajuda a posicionar-se melhor na web) quanto para a prestação de serviços (se você deseja atuar em uma área para a qual ainda não está completamente pronto ou que não possui ainda experiência profissional, pode criar um blog ou website para apresentar resultados de suas pesquisas e estudos e assim ir desenvolvendo sua reputação, no mínimo como um pesquisador sério na área).

Bem, em e-commerce o nicho geralmente é relacionado ao tipo de produto a ser vendido. Na prestação de serviços, refere-se ao tipo de problema ao qual deseja oferecer assistência profissional. Quanto a websites informativos, a melhor forma é escolher um nicho já pensando em como você vai ganhar dinheiro, optando por nichos que sejam rentáveis por meio de programas de publicidade (como o Google Adsense e o HotWords) e programas de afiliados (como o Hotmart e o Clickbank).

Então, uma coisa que muitos blogueiros dizem por aí é: escreva sobre um nicho que você ama ou conhece profundamente. Essa ideia é muito boa, mas o que acontece se tal nicho não for rentável ou você não souber como rentabilizá-lo mais tarde? Não é melhor já escolher algo que você saiba como rentabilizar e que já conheça o potencial do nicho?

Sendo assim, comece por listar todas as coisas que você sabe fazer, já estudou ou gostaria de aprender a fazer. Tente definir uma ou duas palavras-chave curtas (formadas por duas palavras cada) para cada uma dessas coisas e então vá para aquela mesma ferramenta da Google citada na seção sobre “E-commerce” e preste atenção principalmente ao volume de buscas locais (foco em palavras-chave com 2.000 a 15.000 buscas mensais), à competição no AdWords (procure por “média” ou “alta”) e ao custo por clique, CPC (entre R$ 0,25 e R$ 1,50). Agora, verifique se aquele mesmo nicho possui produtos em torno dele na Hotmart (pelo que tenho percebido, a Hotmart está crescendo e se tornando para o Brasil o que o Clickbank é para os países em língua inglesa, uma grande plataforma para a venda de infoprodutos).

Enfim, se você quer ter sucesso com um blog ou website informativo, escolha um nicho que seja rentável por meio de programas como o Adsense ou venda de produtos afiliados divulgados na Hotmart ou então, se você possuir bastante experiência no assunto e estiver certo de que há mercado disponível, você mesmo pode desenvolver infoprodutos e vendê-los em seu website.

Em minha humilde opinião, um bom blog deve ser construído já sabendo como ele será rentabilizado e em torno de algo sobre o que você goste de ler, falar e escrever, pois você precisará fazer bastante isso!

Agora, há um último assunto que quero abordar antes de encerrar este artigo, quanto ao tipo de palavra-chave.

Plavras-chave com intenção comercial x Palavras-chave informativas

Às vezes, você escolhe um nicho que pode até ser rentável, cria seu blog, destaca-se nos motores de busca e está recebendo dezenas de milhares de visitas mensalmente (parabéns!), mas descobre que não está ganhando de acordo com a quantidade de tráfego recebida… E agora, o que aconteceu, onde foi que erramos?

Bem, provavelmente as palavras-chave para as quais o seu blog/website está se destacando são palavras-chave do tipo informativas, isto é, que as pessoas buscam quando desejam certa informação somente, não quando estão desejando comprar algo. É possível rentabilizar tais palavras, geralmente criando uma lista de e-mails dessas pessoas e contatando sobre possíveis ofertas relacionadas, mas a melhor forma de “começar certo” e conseguir seu retorno financeiro mais rapidamente é focando em palavras-chave com intenção comercial, palavras que expressem a necessidade de adquirir um produto ou serviço.

Por exemplo, a palavra-chave “peso ideal” possui maior volume de buscas do que a palavra-chave “remedios para emagrecer”, entretanto esta última possui uma intenção comercial (isto é, a pessoa está buscando opções de remédio para emagrecimento, possivelmente para comprar um deles) do que a primeira (onde a pessoa talvez deseje somente saber como determinar o seu peso ideal). Sendo assim, não importa qual o seu tipo de negócio, a primeira palavra-chave será menos rentável que a segunda!

Bem, por agora é isso. Espero que este artigo tenha-o ajudado, amigo leitor, a entender como escolher um nicho de negócio que não somente se adeque ao seu perfil, mas também que seja viável financeiramente. Claro, este artigo não explica como construir todo o negócio em torno daquele nicho, mas se somente para explicar como escolher um nicho já usamos quase 2.400 palavras, imagine então para esboçar possíveis planos de ação para cada um desses tipos de negócios e nichos disponíveis, não? Deixarei isso por sua conta. 😉

Quer receber nossos artigos em seu e-mail e "de quebra" baixar nossos e-books "Manual do Investidor" e "Como Ficar Rico - dicas, dúvidas e comentários"?

E-mail:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *