Caderneta de poupança e CDB continuam em baixa

Os rendimentos da caderneta de poupança bem como do certificado de depósito bancário (CDB) continuam baixos. Isso pode ser explicado pela lenta recuperação da economia mundial, bem como de uma menor enforia no setor de investimentos bancários.

O rendimento da caderneta de poupança hoje, 23 de março de 2010, foi de tão somente 0,5%, bem como ontem também fora o mesmo. Como todos sabem, o rendimento mensal da caderneta de poupança é igual a 0,5% + TR, sendo assim, a TR tem sido zero em vários dos últimos dias, o que não é nada bom para quem encara a poupança como um investimento de baixo risco, principalmente para curto prazo.

Da mesma forma, o certificado de depósito bancário também não tem conseguido melhores resultados. Se você tiver algum dinheiro em CDB CDI, por exemplo, e calcular o rendimento médio diário nos últimos 30 dias, perceberá que, após descontado o imposto de renda, terá um rendimento igual (às vezes até inferior) ao da caderneta de poupança.

E agora? O que fazer?

Excelente pergunta que somente pode ser respondida caso a caso. Se você tiver uma boa quantia em caderneta de poupança (acima de R$ 30.000,00, por exemplo), pode conseguir melhores resultados transferindo para alguma opção de CDB pré-fixado como o CDI, mas o rendimento dependerá do percentual do CDI que o banco negociar com você.

A inversa também é válida: se você não possui muito capital aplicado em CDB, se você percebe que o rendimento está sendo menor que o rendimento da caderneta de poupança, talvez seja melhor abrir mão da comodidade do “rendimento diário” e tentar o bom e velho “rendimento mensal” da poupança.

Além disso, se você puder empregar tal dinheiro em outras formas de investimento conscientemente, pode ser uma excelente ideia. Algumas formas de usá-lo que com certeza trarão melhores benefícios para você são:

  • Quitação de dívidas – dívidas de cartão de crédito, empréstimos, financiamentos, etc;
  • Investimento no mercado imobiliário – aquisição de imóvel, preferivelmente em construção (os famosos “na planta”) ou aqueles cujo valor estejam bem abaixo do valor de mercado;
  • Outros tipos de investimento que possam trazer-lhe melhores resultados.

Perceba que a primeira opção é, com certeza, livrar-se das dívidas, pois é muito complicado, principalmente para o pequeno investidor, alcançar rendimentos nos investimentos maiores que os juros das dívidas, o que acaba com toda e qualquer chance de ganhar dinheiro investindo.

A segunda opção é agora investimentos em mercado imobiliário, como consequência dos baixos rendimentos no mercado de investimentos bancários – enquanto que os investimentos bancários continuam frios, os investimentos em mercado imobiliário em regiões de alto crescimento populacional (isto é, que demandam a criação de mais e mais moradias) está se aquecendo cada vez mais, tornando-se assim uma excelente oportunidade.

E por fim, a terceira opção é a busca de outros tipos de investimento, que podem ir desde outros tipos de investimentos bancários com melhores rendimentos (porém provavelmente mais arriscados) a investimentos diretos em empresas, como a criação de seu próprio negócio ou participação como sócio-investidor em alguma empresa já formalizada.

Bem, por agora, a dica é essa. E você, o que acha do atual momento que estamos vivendo, acha que caderneta e CDB vão continuar em baixa por muito tempo?

Quer receber nossos artigos em seu e-mail e "de quebra" baixar nossos e-books "Manual do Investidor" e "Como Ficar Rico - dicas, dúvidas e comentários"?

E-mail:

2 comments

  1. Denise says:

    QUERO SABER MAIS SOBRE INVESTIMENTOS, QUAL O MELHOR A SER APLICADO QUE NA TENHA TANTOS RISCOS MAS SEJA VIAVEL NA RENTABILIDADE

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *