Análise financeira – teoria

Análise financeira – teoria

Chegamos à última lição do curso de Análise da viabilidade de um negócio online e se você chegou até aqui achando que seu negócio é viável até o momento, parabéns!

Mas como o objetivo principal de um novo empreendimento (além da realização de um sonho) é ganhar dinheiro, nada melhor que fazer a análise financeira do seu negócio online. Então vamos lá…

Por que fazer a análise financeira do seu novo negócio online

Essa talvez seja uma das perguntas mais fáceis de responder. Afinal, todos que acompanharam os artigos desse curso e conseguiram chegar até o final são pessoas empreendedoras que possuem o sonho de montar o seu próprio negócio.

Porém montar um negócio baseado somente na realização de conquistas fará com que um dia ele possa transformar-se em um pesadelo. Gostar do que faz é uma das características principais, lógico, mas ganhar dinheiro fazendo o que gosta é o segredo de qualquer empresário bem sucedido que montou o seu próprio negócio, seja ele na web ou não.

Este é um grande problema enfrentado por muitas pessoas que abrem o seu empreendimento online achando que vão ficar ricos, mas isso nem sempre se torna realidade. Antes de qualquer coisa é preciso avaliar se este novo negócio que você tem em mente lhe dará o retorno financeiro esperado.

Como fazer a análise financeira

Vamos ser bastante práticos porque esta parte é essencial para você. De maneira bastante simplificada, a análise financeira de seu futuro empreendimento pode ser feita em algumas etapas. Vou tentar ser a mais direta possível até porque sou da teoria de que os números só devem existir quando nos mostram alguma coisa interessante e não apenas para encher enormes fórmulas das quais nunca entendemos o significado (que me desculpem os matemáticos e afins).

Esta parte vale uma atenção toda especial não só porque é o último momento de avaliar a viabilidade de seu novo negócio online como também porque tem a ver com o seu dinheiro e o quanto ele pode render (ou não) para você.

Você precisará ter em mãos dados como investimentos fixos e pré-operacionais, assim como capital de giro. Para quem ainda é um pouco leigo no assunto ou para quem já sabe, mas não utiliza muito, vale a pena lembrar alguns conceitos:

  • Investimentos fixos

Aqui entra aquela listinha com todas as máquinas e equipamentos necessários que precisará utilizar para o seu novo empreendimento.

  • Capital de giro

Você precisará manter um estoque ou o seu serviço ou produto não necessita disso? O que precisará gastar inicialmente até que obtenha algum retorno sobre o seu investimento?

  • Investimentos pré-operacionais

Se você ainda não possui uma empresa formalizada, aqui entram as partes burocráticas e o investimento feito com registros e documentação.

Agora vale a pergunta: de onde este dinheiro virá? Você já tem uma poupança ou vai conseguir um bom financiamento? Cuidado para tomar a decisão mais acertada e não “perder a cabeça” nesta hora.

E agora… quanto você pode ganhar?

Chegou o momento mais aguardado: quanto que você pode ganhar (ou não) com o seu futuro negócio online? É para isso que existem as famosas previsões financeiras.

Para isso, você irá precisar de alguns outros conceitos básicos:

  • Listar os custos iniciais e de mão de obra

Aquela lista que fez anteriormente irá ajudar muito neste momento. Imagine tudo que você precisará gastar para abrir o seu empreendimento. Vai ter que pagar para montar um site, hospedá-lo, enfim, o que terá que desembolsar para que tudo possa ser iniciado?

E quem irá trabalhar para você? Não jogou a lista fora, não é? Então quantos funcionários terá que contratar, registrar em carteira, fazer seleções, etc?

Se houver dúvida não tenha vergonha de buscar informações em sites da Internet e até mesmo em concorrentes.

  • Fazer uma estimativa dos custos fixos

Pense em tudo aquilo que terá que pagar periodicamente. Pode ser salários, telefone, água, luz, aluguel (para quem vai trabalhar em um escritório), hospedagem de site, pagamentos de agências terceirizadas, campanhas de propaganda e publicidade, etc.

Depois deixe tudo separado.

  • Analisar os custos variáveis

Esta é uma parte mais difícil, pois requer um detalhamento maior. Digamos que irá vender algum tipo de produto pela Internet, então deve ser calculado todo o custo que terá com essa única unidade desde o momento que você for comprá-la até quando chegar às mãos de seu cliente.

Para serviços é um pouco mais amplo, mas tente avaliar de maneira que possa calcular quanto gastará prestando cada tipo de serviço, incluindo material, mão de obra do executante, propagandas, tempo, etc.

  • Estimar o faturamento mensal do seu novo negócio

Nesta parte você já deve ter definido o quanto cobrará por cada produto ou serviço oferecido em seu site. Depois precisará estimar quantas unidades deseja vender dentro de um mês normal.

Eu sei que é difícil, mas vale pesquisar junto aos preços e vendas dos concorrentes para poder fazer uma estimativa mais próxima da realidade.

E então, você vai ganhar bem? O seu novo negócio online é viável?

A conta mais simples a fazer é: o quanto você ganhará com o seu faturamento mensal menos o quanto que gastará com custos e investimentos.

Deu negativo? Se até agora o negócio era viável, mas a parte financeira não foi muito boa, tente modificar algum investimento ou cortar algum custo. Pode ser que consiga reajustar o seu negócio antes de colocar em prática o que não é viável.

Deu positivo? Ótimo… vá em frente. Não é à toa que você estava acompanhando nossos artigos até agora. Mas ainda não vá correr e dizer para todo mundo que vai abrir o seu negócio antes de ler o artigo do Christiano, mostrando a maneira prática de fazer tudo isso.

Se depois de tudo a resposta continuar sendo sim, só tenho a comemorar com você o começo de uma nova realização em sua vida. Não se esqueça de falar se os artigos conseguiram ajudar você a se decidir ou se consegui te deixar ainda mais confuso.

Espero ter colaborado pelo menos um pouco para a formação de novos negócios neste novo ambiente em crescente desenvolvimento que é a web. E aproveito para agradecer ao Christiano pela ajuda em escrever estes artigos para vocês.

Até o próximo curso hein!

Por Jeniffer Elaina

[Este artigo faz parte de uma série que compõe o curso Análise da viabilidade de um negócio online]

Quer baixar nosso e-book Manual do Investidor?

Quer receber nossos artigos em seu e-mail e "de quebra" baixar nossos e-books "Manual do Investidor" e "Como Ficar Rico - dicas, dúvidas e comentários"?

E-mail:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *