Análise de mercado – prática

Na prática, a análise de mercado deverá levar em consideração bem mais em conta o tipo de serviço ou produto que você está oferecendo, por exemplo:

  • Se você está a oferecer sites focados em conteúdo de acesso gratuito, a fim de analisar o mercado você deverá levar em conta quantas pessoas podem chegar até o seu conteúdo – por meio de motores de busca, redes sociais, sites que indiquem o seu, acesso direto, etc;
  • Se você está a oferecer sites focados em conteúdo “exclusivamente para membros”, deveria considerar-se então o volume de pessoas que realmente estarão dispostas a pagar para acessar o seu conteúdo!
  • Se você vende produtos em lojas virtuais (independente de serem produtos próprios ou de terceiros, físicos ou digitais), então o público de seu maior interesse são todas as pessoas dispostas a pagar por aquele produto.

Estas são somente três situações hipotéticas, mas nada impede que encontremos novas situações como sendo uma combinação delas ou a partir de novos fatores. Enfim, o seu público pode mudar de acordo com o que você espera que eles façam em seu website, mas há uma coisa que você pode considerar como ponto de partida em comum: o volume de usuários que buscam por tal conteúdo em motores de busca ou redes sociais.

Desta forma, sua análise de mercado pode começar por meio de uma análise do volume de buscas em motores de busca e do nível de intenção comercial, isto é, quão interessante aquele nicho é para um determinado mercado.

Há duas formas de fazer-se isso:

Eu, por exemplo, no início utilizava muito o Google Keyword Tool, mas em meados do ano passado comprei o Micro Niche Finder e é realmente muito fácil conseguir automatizar o processo de análise de mercado e concorrência por meio dessa ferramenta – cuidado, o uso prolongado dela pode viciar… Minha consulta no Micro Niche Finder demorou cerca de quatro dias, analisando mais de 4.000 palavras-chave! 😀

Bem, você deve agora estar se perguntando: mas como essas ferramentas vão me ajudar a fazer uma análise de mercado? O segredo é…

Tudo gira em torno das palavras-chave (keywords)!

Veja bem, este blog, Clube do Dinheiro, fala sobre o que? Dinheiro, não é? Mas esta é a única palavra-chave, isto é, a única busca que um usuário pode fazer para alcançar este blog? Na verdade, não! Algumas das outras palavras-chave que, em uma busca, podem levar até este blog são:

Estas não são as melhores ou piores palavras-chave que levam até este blog, mas somente algumas delas, selecionadas aleatoriamente, ok?

Na Internet, os motores de busca funcionam como listas telefônicas para ajudar a encontrar os serviços e quase sempre que uma pessoa quer encontrar um serviço ela acessa um motor de busca, sendo assim podemos utilizar tais dados para a análise de mercado.

Tanto o Google Keyword Tool quanto o Micro Niche Finder vão lhe informar o volume de buscas mensais para uma dada palavra-chave.

E qual o volume de buscas mensais que devo visar como tendo um mercado bastante amplo?

Excelente pergunta, cuja resposta depende do seu serviço ou produto prestado.

Se o seu produto é relativamente caro, você pode conseguir faturar bem com um público menor, mas se o seu produto é relativamente barato, então você pode precisar atingir um público maior para tal finalidade.

Vocês verão alguns gurus do Internet marketing pregando visar palavras-chave com um mínimo de 3000 a 5000 buscas mensais, mas isso depende de seu foco!

Se você pretende empreender o que eles chamam de micro niche sites (sites focados em um nicho bastante específico, contendo um volume de 20 a 50 páginas e com poucas atualizações), 3000 a 5000 buscas mensais estará muito bom para cada site – poder-se-ia até mesmo trabalhar com um volume ou pouco menor.

Mas se você pretende desenvolver um website com maior riqueza de informações, maior taxa de atualização e muito mais recursos para o usuário, você pode arriscar-se a “brigar” por palavras-chave com volumes de 13.000 ou mais buscas – eu, por exemplo, estou na “briga” pela palavra-chave “como ganhar dinheiro na internet”, que segundo o Google Keyword Tool apresenta 33.000 buscas mensais, mas não vou negar que estou sempre “apanhando”, ficando da posição 8 a 14, quando o ideal é estar entre os três primeiros, mas isso já é assunto para “análise de concorrência”, nosso próximo artigo!

Então, o nicho em que decido atuar é realmente muito importante para determinar o meu sucesso!

Não, brinca, descobriu a América! 😀 Agora, falando sério: a escolha do nicho e das palavras-chave em torno das quais o seu negócio online irá ser criado é realmente, pois determina não somente o tamanho do seu público-alvo como também é possível fazer a análise de concorrência para cada opção.

Obviamente, tudo o que descrevemos aqui leva em consideração o nicho, mas como dissemos, no caso de lojas virtuais, cursos à distância, consultoria online, etc. faz-se importante também uma análise de quão interessante seu negócio pode ser para o usuário final, diferencial em relação aos concorrentes, enfim, toda a Análise SWOT que Jeniffer descreveu em seu artigo.

Em outras palavras: o seu dever de casa é fazer o que “tia Jeniffer” e “tio Christiano” pediram, naquele e neste artigo. Aí sim, você terá uma visão bem mais clara de quão significativa é aquela oportunidade de negócio, ok?

Bem, aguardo vocês em nossa próxima lição. 😉

[Este artigo faz parte de uma série que compõe o curso Análise da viabilidade de um negócio online]

Quer receber nossos artigos em seu e-mail e "de quebra" baixar nossos e-books "Manual do Investidor" e "Como Ficar Rico - dicas, dúvidas e comentários"?

E-mail:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *