Aceite o desafio de ficar rico!

Talvez você tenha achado um pouco estranho o título deste artigo, mas ele é bem direto quanto ao seu objetivo: motrar-lhe a importância de encarar o desafio de ficar rico. Não entendeu nada? Certo, vamos por partes…

Estive lendo o artigo Desafio, o verdadeiro combustível do sucesso, do Dinheirama, um artigo muito interessante a respeito da importância de aceitar desafios – bem como sobre como planejar-se e aproveitar cada pequena vitória para impulsionar ainda mais o seu sucesso. Aliás, recomendo a leitura do mesmo – bem, meus leitores já devem saber que, se publiquei o endereço aqui, é porque o artigo é bom, não é mesmo?

Pois bem, agora vamos analisar uma coisa: todos que aqui estão gostam ou possuem algum interesse em comum em um assunto bastante simples: dinheiro. E qual o maior desafio sobre o dinheiro que podemos buscar? Exatamente, tornar-se rico ou alcançar a independência financeira – dois conceitos distintos mas que, em sua essência, ambos acabam por agradar a todos.

“Certo, falar é fácil…” Você deve estar pensando… E fazê-lo também o é! Se você possui dúvidas, leia o nosso artigo Dez dicas sobre como ficar rico, estou certo de que você concordará com tudo o que dissemos, mas pensará “Ok, mas isso tudo pode tomar muito tempo até chegar no objetivo” e realmente pode, disso não tenha dúvidas, mas a vantagem está no fato de que você irá desfrutar de seus benefícios ainda durante o trajeto e não somente quando chegar lá, no objetivo principal, ok?

Quais os objetivos para o novo ano?

Bem, continuando… Ano novo, vida nova. Nem tanto! Provavelmente sua vida até agora não mudou muito em relação ao ano passado, não é? Bem, quais foram seus pedidos e promessas para este ano? “Paz, saúde e prosperidade”? Não há nada mais batido que essas três palavras! Que tal começarmos a ser mais objetivos? Quitar o apartamento, talvez? Ou adquirir um carro e pagar o seu financiamento antes do ano terminar!

Aqui estão, por exemplo, alguns dos meus objetivos para 2011:

  • Vender o apartamento que comprei – o dinheiro irá ajudar-me a alavancar meus negócios e cumprir outros desejos materiais;
  • Comprar um carro – não, não comprei ainda, não estou interessado em financiar um, quero pagar todo à vista (então, esperando o dinheiro da venda do apartamento);
  • Comprar outro apartamento – pretendo deixar uma parte do dinheiro sempre em imóveis, mas desta vez não deixarei todo, pois imóveis não são tão líquidos assim;
  • Contratar dois assistentes – em 2010, tive uma assistente virtual, mas preciso ter ao menos um presencial, e é atrás disso que vou este ano…

Viu só? Estes são apenas alguns de meus objetivos para 2011, perceba que busco ser tão objetivo quanto eu puder a fim de realmente realizá-los. Na verdade, meu planejamento não pára por aí, sendo necessário quebrar em passos fáceis de executar que levam a cada um dos objetivos.

A venda do apartamento, por exemplo, possui como passos procurar um corretor imobiliário e negociar com ele (para aqueles que possui menos tempo, como eu) ou mesmo executar cada um dos passos necessários para vendê-lo sozinho (anunciar em classificados online e jornais, apresentar o imóvel a cada um dos interessados, etc).

Enfim, o objetivo desta seção do artigo é mostrar-lhe que pode planejar-se por meio de objetivos bastante claros e mensuráveis de forma a ajudá-lo na sua meta para 2011 que deveria ser: tornar-se rico!

Agora que já repensou seus objetivos e promessas para 2011, lembre-se que…

Há nada mais insano que fazer sempre as mesmas coisas e esperar resultados diferentes!

Em outras palavras, se você continuar aí, fazendo as mesmas coisas de sempre, muito provavelmente não vai sair do lugar! Você precisa começar a mudar sua postura quanto ao dinheiro, traçar e executar novas estratégias de negócios, enfim, só não dá para continuar sentado, navegando na Internet a esmo reclamando que o dinheiro sempre acaba antes do fim do mês!

Sim, eu sei: é difícil abandonar a zona de conforto… Mas se você não sair dela, dificilmente conseguirá um bom progresso em sua vida! É melhor tomar a decisão hoje que, daqui a dez anos, olhar para trás e dizer “ah, se eu tivesse feito diferente dez anos atrás…”, para então, outra vez, não fazer nada!

O melhor dia para agir? Hoje! A melhor hora para começar? Agora!

Aceitar o desafio de ficar rico traz seus benefícios

É verdade que trabalhei muito, principalmente nos anos de 2007 a 2009, foi uma decisão minha que me ajudou a adiantar alguns passos – então eu só tenho a agradecer por aquelas oportunidades!

Muitos poderiam pensar que minha vida trata-se somente de trabalhar, trabalhar e trabalhar sem aproveitar nada dos frutos. Errado. Se eu fizer isso, todo o dinheiro ganho perderá sentido, uma vez que não usufruirei do mesmo. O que faço é utilizar-me de uma parte e investir o resto para o meu futuro.

Por exemplo, se este ano for um sucesso como esperamos, no fim do ano devemos embarcar em um cruzeiro. Caro? Um bocado. Valerá a pena? Com certeza!

Como disse, trata-se de saber construir um futuro de sucesso e, ao mesmo tempo, comemorar, desfrutar-se de pequenas vitórias para saber seguir em frente com mais fôlego ainda.

Gostou de tudo o que eu falei? E o que está esperando?

A corrida já começou!

Já é quase metade do primeiro mês de 2011, o que nos deixa com “somente” outros 11 meses e meio! O tempo não perdoa, passa rápido, e nós precisamos nos concentrar mais em nossos objetivos e reclamar menos das pedras que encontramos no caminho!

Como disse, ficar rico não é difícil… Entretanto, não é nada rápido, sendo assim, quanto antes você aceitar o desafio e começar a sua busca, melhor para você!

E então, pronto para aceitar o desafio para uma vida inteira? 😉

Quer receber nossos artigos em seu e-mail e "de quebra" baixar nossos e-books "Manual do Investidor" e "Como Ficar Rico - dicas, dúvidas e comentários"?

E-mail:

7 comments

  1. Navarro says:

    Olá Christiano, parabéns pelo post e muito obrigado por fazer a citação ao Dinheirama. Concordo plenamente com você: precisamos nos desafiar constantemente e fazer da vida um desafio – ou corremos o risco de chegar apenas onde muitos outros já chegaram. Desejo-lhe sucesso e um excelente 2011! Fico à disposição.
    Grande abraço.

  2. admin says:

    Olá Navarro, tudo bem? Muito obrigado pelo comentário! Aproveito o momento para elogiar o Dinheirama, que em minha opinião é uma das fontes em língua portuguesa mais confiáveis quando o assunto é gerenciamento do dinheiro.

    E sim, não somos Petrobrás, mas “O desafio é a nossa energia!”, um abraço e até breve!

  3. Renan says:

    “…reclamar menos das pedras que encontramos no caminho!”

    e digo mais!

    Transformar as pedras que tropeçamos, na escada para nosso sucesso!

    Abraço e parabéns pelo trabalho!

  4. Rafael says:

    Olá!
    Antes das perguntas, gostaria de te parabenizar pelo site, está realmente muito bom. Parabéns!
    Ontem, procurando pela internet sobre como conquistar meu 1º milhão, acabei achando o artigo no Gig@ Mundo (que está muito bom) e por ele achei o Clube do Dinheiro. Pretendo visitar os sites sempre que possível.
    Tenho 16 anos, completo 17 em Junho e, como qualquer adolescente, tenho muitos sonhos e metas a alcançar. A principal meta em relação ao dinehiro, é conseguir juntar 1 milhão de reais até os meus 30 ou, no máximo, 35 anos. Sei que esse assunto já foi muito discutido aqui e que essa meta não é fácil. Gostaria de saber qual o melhor jeito para pessoas como eu, que estão começando a ganhar seu próprio dinheiro agora, de conseguir esse objetivo. Qual o melhor jeito de investir e em que investir? Se preferir, pode me responder via e-mail.
    Sempre me interessei por assuntos como empreendedorismo e finanças, tanto que pretendo seguir a carreira de administrador de empresas e estou podendo aprender mais sobre esses assuntos aqui.
    Parabéns pelo trabalho. Abraços.

  5. Artur Guitelar says:

    Realmente é muito difícil conseguir bons resultados se continuarmos a ter maus hábitos. Como diz T. Harv Eker em seu livro: Se alguma coisa não vai bem, é porque existe algo que você não sabe.
    Quanto ao seu apartamento: Não seria também uma boa opção alugá-lo? Eu pretendo fazer isso com o meu quando for adquirir outro.

    Abs.

  6. admin says:

    Fala Renan! Sim, com certeza temos que aprender com nossos tropeços… Posso garantir-lhe que o próprio Clube do Dinheiro só está aqui hoje, devido a um tropeço meu! Quando após quase um ano de trabalho, percebi que nada tinha conseguido economizar dos meus salários anteriores, percebi que algo estava muito errado e foi então que comecei a me dedicar a compreender melhor como administrar meu dinheiro e me apaixonei tanto pelo tema que quase um ano depois nasceu o Clube do Dinheiro!

    Olá Artur, tudo bem? Quanto a vender ou alugar o imóvel, depende muito do objetivo de cada qual.

    Apesar de ter um bom trabalho e ganhar bem, sinto que preciso também focar mais em meus negócios e, sendo assim, estarei contratando mais freelancers para trabalhar comigo este ano, necessitando assim de algum capital, principalmente agora no início do ano.

    Além disso, uma parte do dinheiro será aplicada na aquisição de um novo imóvel. Enfim, o dinheiro não irá ficar parado, em minhas mãos – dinheiro parado não “cresce”.

    Outro motivo é o aprendizado: colocando o mesmo para vender estou aprendendo coisas que, se somente tivesse colocado para alugar, não aprenderia. Pretendo, em um novo imóvel, pô-lo talvez para locação, assim eu aprendo mais. 😉

    E por fim há o fato de que determinado tipo de empreendimento encaixa-se melhor em determinado tipo de perfil. Não me “senti” muito envolvido pelo mercado imobiliário, de tal forma que não sei se estou interessado em manter todo o capital nesse tipo de empreendimento por agora. Como disse, preciso de parte do capital para fazer meus negócios decolarem também. Mas é claro que, como comentei no início desse parágrafo, depende MUITO do perfil do proprietário!

    Abraços a todos!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *