A quarta chave: a prática leva à perfeição

A quarta chave: a prática leva à perfeição

E aqui estamos nós, prontos para encerrar nosso curso de Educação Financeira por meio da quarta chave que, apesar de ser a última, não é menos importante que as anteriores: a prática leva à perfeição. Agora, iremos discutir a importância de começar hoje mesmo a praticar e espero convencê-lo a tomar alguma ação real mesmo!

Pretendia fazer um vídeo para encerrar com chave de ouro este curso, mas não dá – acabo de fazer alguns exercícios físicos, estou com o corpo todo dolorido e eu acredito que vocês não querem ver a minha expressão de dor e agonia, não é? Então fiquemos hoje somente com um artigo textual e prometo que no mês de novembro teremos ao menos dois vídeos! 🙂

Bem, ao longo do meu exercício, fiquei pensando a respeito deste nosso curso e sobre a quarta chave e tomei nota sobre alguns pontos importantes a se tratar aqui. Vamos falar sobre cada um deles?

Aprender praticando é a melhor forma de aprender!

Com toda a certeza! Ler é bom, pois permite “absorver” uma grande quantidade de informação rapidamente (mais rápido que isso, acredito que somente por áudio e vídeo, ou inserção de dados diretamente no cérebro, no estilo Matrix, mas vamos continuar nosso curso). O grande problema da leitura é que é uma forma de aprendizado completamente passiva, altamente instrucionista, nada construcionista (quem for educador vai saber o que isso quer dizer), o que faz com que muito do que se leia não seja realmente assimilado.

A prática, por outro lado, leva à experimentação, à comparação de ação e reação em ambiente real ou simulado, o que ajuda e muito na assimilação do conhecimento. Sendo assim, se você realmente quer aprender tudo o que falamos aqui, só a leitura do conteúdo aqui apresentado não é suficiente, você deve procurar não somente outras fontes de informação sobre este assunto como também pô-los em prática!

E o que devo aprender agora? E o que devo pôr em prática?

Se você prestar bastante atenção, vai perceber que todo o nosso conteúdo girou em torno de quatro principais temas:

Sendo assim, você já deve imaginar que quanto mais você souber sobre cada um desses assuntos, melhor estará preparado para alcançar o sucesso. E o que você deve pôr em prática, você me pergunta? Obviamente, aqueles mesmos quatro conteúdos! Aprenda-os, ponha-os em prática e você estará no caminho certo!

Just Do It – A importância de pôr em prática hoje!

Just do it… Toda vez que me vejo rodeado de várias escolhas, tenho muitas atividades a fazer e não sei por onde começar (o que não acontece poucas vezes, como podem supor), lembro dessa frase: just do it. Apenas faça, isto é, escolha uma tarefa, aquela que parecer mais importante ou mais urgente e a execute, esquecendo por enquanto de todas as demais.

Isso ajuda muito, pois se ficarmos somente a reclamar que temos 1000 coisas a fazer e nada fizermos, amanhã continuaremos a ter mil tarefas. Porém, se fizermos uma tarefa de cada vez, em algum momento todas aquelas serão executadas.

O mesmo vale para a pergunta “quando devo começar?”. Hoje! “Mas tenho inúmeras tarefas!”. Just do it!

Lembre-se: uma longa jornada começa com o primeiro passo, então adiá-lo demasiadamente não é uma boa ideia. Sinceramente? Se eu estivesse em seu lugar, após terminar a leitura deste artigo eu voltaria até a página do curso (aqui está ela), veria cada um dos títulos de artigos e reestudava aqueles em que tive dúvidas, para logo após já iniciar algum tipo de atividade prática que me permitisse melhor aprender sobre aquilo.

Negócios crescem enquanto o empreendedor amadurece

Outro motivo para você começar hoje mesmo seus cuidados com as finanças pessoais, seus investimentos ou o seu próprio negócio é que não se trata de acumular uma grande “bagagem teórica” para só então iniciar uma viagem de sucesso certo. Acredito que está mais para o “mochileiro”, aquele jovem que pega uma mochila, põe algumas coisas importantes dentro e parte em sua viagem. Ele sabe que aquilo não será suficiente, mas no caminho ele irá aprendendo e corrigindo sua postura, jogando fora o que é desnecessário, retendo o que for importante.

Seus negócios vão se desenvolver enquanto você os empreende. Suas finanças vão melhorar enquanto você as acompanha e corrige. Seus investimentos vão render mais conforme você for aprendendo com seus próprios erros e acertos. Sim, haverão erros, falhas, mas não as considero letais – geralmente serão problemas pequenos, dos quais você poderá escapar com um pouco de inteligência e “jogo de cintura”.

Pense bem: eu poderia não me sentir preparado para discutir sobre negócios, finanças, investimentos e tantas outras coisas, afinal, não sou graduado ou especialista formado nessas áreas. Mas se eu não tivesse feito isso, você não estaria lendo este artigo agora (que, espero, ajude muitas pessoas a “acordarem” e começarem a agir).

Milionários são “pessoas de ação”

Lembro-me de ter lido um certo artigo de um blogger bem sucedido que já havia entrevistado mais de 20 pessoas, cada qual com patrimônio líquido entre USD 1,000,000.00 e USD 50,000,000.00 e após alguma reflexão sobre todos eles a principal conclusão que ele tirou foi: todos eles eram pessoas de atitude, de ação!

Cada um daqueles milionários, ao vislumbrar uma oportunidade, não ficavam somente a sonhar e lamentar pelos inúmeros obstáculos… Eles faziam uma rápida análise sobre o cenário a fim de confirmar ser aquela uma boa oportunidade e, logo após isso, iniciavam uma empreitada para planejar, desenvolver e implantar aquele novo negócio.

Pense bem: eles não estão certos? “Time is money”, é o que todos nós dizemos, então quanto menos tempo se perde, menos dinheiro é jogado fora! Então lembre-se disso: alguma boa preparação e então a ação – preparar, atirar, apontar!

Pode-se iniciar um negócio com pouco dinheiro!

É incrível que muitos pensam que só se pode iniciar um negócio quando possui muito capital sobrando! Meu primeiro empreendimento online foi desenvolvido enquanto eu ainda estava na universidade e era um estagiário (ou seja, pouco tempo “sobrando”). Aquele empreendimento rendeu-me algum bom dinheiro – não me rende mais pois, infelizmente, estive sem tempo para continuá-lo, mas pretendo voltar ao mesmo com força total em 2011.

Quanto gastei no mesmo? Pouco! Por se tratar de um empreendimento online, precisava basicamente de um domínio ( USD 10.00 por ano) e hospedagem ( USD 195.00 a cada dois anos – detalhe, consegui dois outros amigos interessados e dividimos por três a hospedagem, custando assim menos ainda 🙂 ).

Claro, empreendimentos de baixo custo e com pouco tempo investido rendem menos, enquanto que empreendimentos (quando bem planejados e executados!) com mais recursos conseguiram melhores rendimentos!

O que você faria se não estivesse com medo?

Calma pessoal, este artigo já já acaba, mas eu preciso certificar-me de que você está convencido da importância de começar hoje mesmo!

Você pode estar com medo, pois ninguém quer gastar tempo e dinheiro em algo para depois não conseguir nenhum retorno! E se todos ao redor souberem de seu “fracasso”, pior ainda não?

Bem, para combater isso, nada melhor do que esta simple frase do livro Quem mexeu no meu queijo: O que você faria se não estivesse com medo? Vá em frente, pense bem e me responda: se você não estivesse com medo de que desse errado, se você estivesse certo de que vai dar tudo certo, você não partiria para a ação? Ou ainda assim iria preferir adiar para “quem sabe, talvez, um dia”?

Para mim, sempre que estou na dúvida, basta lembrar desta frase encher-me de coragem e partir para a ação. Bem, e é aqui que termina o meu trabalho e começa o seu – vá à luta, aperfeiçoe mais sua educação financeira e alcance seus objetivos!

[Este artigo faz parte de uma série de artigos que compõe o curso Educação Financeira]

Quer baixar nosso e-book Manual do Investidor?

Quer receber nossos artigos em seu e-mail e "de quebra" baixar nossos e-books "Manual do Investidor" e "Como Ficar Rico - dicas, dúvidas e comentários"?

E-mail:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *